Por que vitaminas geram fome?

Escrito por bryan cohen | Traduzido por ashley heart

Outras pessoas estão lendo

Por que vitaminas geram fome?

Vitaminas

(from Wikimedia Commons)

Mitos da dieta da fome

Embora muitas pessoas tenham afirmado sentir fome após começarem uma suplementação de vitaminas, os médicos tendem a refutar essa afirmação como sendo um mito. "Muitas pessoas realmente se sentem dessa forma" diz a Dra. Deepa Vasudevan, uma médica na UT-Huston, "eles podem apenas estar sentindo muito mais energia e, por causa disso, alguma vezes eles se sentem mais famintos. Mas nenhum estudo mostra que tomar vitaminas o deixará com mais fome". Na verdade, existem estudos que mostraram o contrário. Um estudo da Laval University mostrou que um multivitamínico, na verdade, controla a fome. Isso pode ser um resultado do cromo mineral, que é incluído em vários multivitamínicos e já mostrou reduzir a fome em diversos estudos (veja Referências 2). Já que não existe nenhum estudo que prove que os multivitamínicos aumentam a fome, mas existem casos individuais de fome aumentada após começar a tomá-las, nós especulamos sobre algumas causas possíveis.

Vitaminas e o metabolismo

Suplementos multivitamínicos têm sido associados com um impulso no metabolismo, e o aumento de energia, sem nenhuma mudança no consumo de comida, pode levar a uma rápida queima de alimentos. Como as calorias passam a ser queimadas mais rapidamente, a pessoa pode ficar com mais fome. As vitaminas mais amigáveis com o metabolismo são aquelas pertencentes ao complexo B. Elas possuem uma grande quantidade de funções no corpo, incluindo auxiliar o sistema nervoso central, síntese de DNA, produção de energia e o metabolismo das gorduras, carboidratos e proteínas. Alguns multivitamínicos possuem mais de 2000% de certas vitaminas B e um suplemento com tanta abundância pode ter um efeito forte em um indivíduo com deficiência de vitaminas B. É sempre recomendado que você retire seus nutrientes de alimentos naturais, e feijão, espargos, melão, peixe, brócolis, ovos e espinafre são boas fontes dessas vitaminas. Magnésio é um mineral usado em centenas de reações bioquímicas no corpo, incluindo a síntese de proteínas, as funções dos músculos, nervos e coração e o metabolismo de energia. Remover uma deficiência desse mineral no seu corpo ajudará a garantir que todos esses processos funcionem corretamente. Amêndoas, castanha de caju, amendoim, soja, aveia, leguminosas e linguado são boas fontes de magnésio (veja Referências 3).

Muitas vitaminas?

Existem estudos recentes que mostraram que os multivitamínicos não são necessariamente bons para o organismo. Para citar um artigo da Reader’s Digest, "um laudo de fevereiro do Journal of the American Medical Association descobriu que tomar vitaminas antioxidantes na verdade aumenta as chances de uma pessoa morrer em 16%". Naturalmente, esse estudo foi enviado aos nutricionistas e eles citaram falhas percebidas no estudo. Quer o estudo tenha ou não problemas, é importante pensar em quantas vitaminas por dia você está tomando. Certifique-se de discutir os pros e contras de tomar vitaminas com seu médico e tente adquirir a maior quantidade possível de vitaminas através da sua alimentação (veja Recursos 1).

Não deixe de ver

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível

Direitos autorais © 1999-2014 Demand Media, Inc.

O uso deste site constitui plena aceitação dos Termos de Uso e Política de privacidade de eHow. Ad Choices pt-BR

Demand Media