O Zoloft afeta o controle de natalidade?

Escrito por mike parker | Traduzido por maria cristina marques
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
O Zoloft afeta o controle de natalidade?
Fique atenta aos efeitos colaterais do Zoloft (Photo courtesy Stock.Xchng)

Zoloft é uma marca de droga antidepressiva de sertralina. Ele pertence à categoria de drogas dos inibidores seletivos da recaptação da serotonina (ISRSs), e funciona através da tentativa de equilibrar as substâncias químicas no cérebro que podem causar depressão e outros transtornos mentais, se estiverem fora de equilíbrio. O Zoloft é disponibilizado apenas por prescrição médica para o tratamento de depressão, síndrome do pânico, transtorno de estresse pós-traumático (TEPT), transtorno disfórico pré-menstrual (TDPM) e outras condições. Como a maioria dos medicamentos controlados, é possível que o uso do Zoloft traga efeitos colaterais que podem ser potencialmente graves, especialmente para as crianças ainda não nascidas durante o terceiro trimestre da gestação.

Outras pessoas estão lendo

Transtorno disfórico pré-menstrual

Transtorno disfórico pré-menstrual (TDPM) não é a mesma coisa que a tensão pré-menstrual (TPM), embora alguns o considerem como uma forma extrema dessa condição. O TDPM é identificado por problemas físicos e emocionais graves que estão intimamente associados com o ciclo menstrual. O uso Zoloft é aprovado para o tratamento de TDPM. Como podem haver consequências potencialmente graves para os nascituros, mulheres sexualmente ativas que tomam Zoloft devem consultar seu médico sobre o uso de algum tipo de controle de natalidade enquanto fazem uso do medicamento. Se a gravidez ocorrer enquanto a paciente está tomando Zoloft, ela conversar com o médico sobre a interrupção do o uso antes que entre no terceiro trimestre da gestação.

Estudos sobre reprodução

Estudos feitos em animais indicam um aumento na incidência de natimortos quando há administração de sertralina durante o último trimestre da gravidez. Quando houve o uso do medicamento durante a lactação, o aumento do peso corporal foi retardado, e a taxa de natalidade infantil aumentou. Embora ainda não se saiba a importância clínica desses estudos e não se tenham feito pesquisas controladas sobre os efeitos do Zoloft em mulheres grávidas, recomenda-se que a droga seja prescrita para grávidas ou mulheres que possam vir a engravidar quando o potencial de benefícios para a mãe seja superior aos possíveis riscos para o feto. Mulheres que estão tomando Zoloft devem falar com seu médico sobre o uso de métodos anticoncepcionais.

Efeitos no sistema reprodutor

Algumas mulheres relataram efeitos colaterais não frequentes no aparelho reprodutor após o uso do Zoloft. Eles incluem distúrbios menstruais, dor grave durante a menstruação, sangramento intermenstrual, hemorragia vaginal, ausência da menstruação ou corrimentos vaginais. Em casos raros, existem relatos de que a droga tenha causado dores ou aumento dos seios, menstruação de intensidade anormal, vaginite e outras complicações. Embora o Zoloft possa propiciar uma diminuição da libido, ele não demonstrou causar problemas de fertilidade, portanto medidas de controle de natalidade apropriadas devem ser tomadas durante o uso do medicamento.

Efeitos colaterais sexuais

Embora as mudanças no comportamento sexual possam ser atribuídas a alguns distúrbios psiquiátricos, elas também podem resultar da utilização de certos medicamentos antidepressivos, incluindo os inibidores seletivos da recaptação da serotonina (ISRSs), assim como Zoloft. Como os pacientes podem relutar em discutir um tipo de comportamento tão privado, acredita-se, na verdade, que haja uma falta de relatos sobre a incidência de efeitos colaterais sexuais, como impotência, falta de desejo sexual, incapacidade de atingir o orgasmo e outras questões.

Nascituros

Há relatos de nascituros expostos a ISRSs durante o terceiro trimestre de gestação que desenvolveram complicações graves que necessitaram de internação e uso de tubos de alimentação e de assistência respiratória. Grávidas e mulheres que possam vir a engravidar devem entrar em contato com o médico para se assegurar de que estejam bem informadas quanto aos riscos antes de iniciar o tratamento com Zoloft. Mulheres sexualmente ativas são incentivadas a usar algum meio eficaz de controle da natalidade durante o tratamento com Zoloft.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível