Como diferenciar voz de cabeça e voz de peito

••• Polka Dot RF/Polka Dot/Getty Images

Especializar-se na transição fluida entra a voz de cabeça e a voz de peito é obtida através de treino vocal e prática. Identificar onde a voz quebra ao passar da voz de peito para a de cabeça é fácil quando você sabe o que está procurando e quando entender o mecanismo básico dessa troca constante.

Passo 1

Identifique a voz de peito pelas notas fortes no registro grave. A voz de peito pode ser sentida mentalmente e literalmente no peito e leva consigo um timbre de qualidade forte. O som é seguro e evidente.

Passo 2

Diferencie a voz de cabeça pela qualidade leve do registro mais alto. As notas estarão no registro alto da parte mediana e alta de sua extensão, e geralmente têm menos força e um som mais suave.

Passo 3

Estude o mecanismo de canto para entender as diferenças físicas entre a voz de peito e cabeça. A voz de peito literalmente ressona no peito e na máscara vocal, ou face. A voz de cabeça se move para a cavidade nasal e as vibrações vão para a testa. Ela é associada ao palato mole levantado, enquanto a voz de peito é associada com o brilho e ressonância frontal que vibra os lábios.

Passo 4

Ache sua quebra entre a voz de peito e cabeça praticando escalas. Quando você sentir que a vibração subiu de seu peitoral para o rosto, você a achou. Treine mesclar esses registros na quebra para diminuir a diferença óbvia que pode ser ouvida na maioria das vozes sem treino.

Passo 5

Procure por diferenças entre as vozes de cabeça e peito na música popular. Bing Crosby tem uma qualidade clássica de voz de cabeça enquanto o som do Ethel Merman é definitivamente mais de voz de peito.

Mais recentes

×