×
Loading ...

Qual é a função de um epidemiologista?

Os epidemiologistas são médicos cientistas que investigam e explicam as causas e a disseminação de doenças, deficiências e outros problemas de saúde, de acordo com o U.S. Department of Labor's Bureau of Labor Statistics e o site StateUniversity.com. Os epidemiologistas são responsáveis ​​pela criação de formas de controle ou prevenção de doenças e devem ter formação avançada para ter sucesso neste campo.

Epidemiologistas trabalham para prevenir doenças (disease image by Andrey Rakhmatullin from Fotolia.com)

Área aplicada/clínica

Os epidemiologistas que optam por trabalhar em áreas clínicas normalmente trabalham com os médicos para ajudar a deter ou evitar a propagação da infecção e o surgimento de doenças, de acordo com o site Education-Portal.com. Esses profissionais também podem ajudar a desenvolver as diretrizes de um hospital para o tratamento e controle de doenças infecciosas. Os epidemiologistas da área aplicada normalmente trabalham em agências públicas de saúde para lidar com surtos de doenças, com foco na determinação das causas de surtos e ajudando a restringi-los.

Loading...

Área de pesquisa

Os epidemiologistas que trabalham em pesquisa buscam prevenir ou curar doenças infecciosas através de estudo aprofundado. Eles também realizam pesquisas de base, que pode incluir a determinação da ocorrência de uma doença específica em uma determinada parte do mundo. Esses profissionais podem se concentrar em doenças que ocorrem em uma área do corpo, como, por exemplo, no coração ou nos pulmões, ou que envolvem todo o corpo, tal como o HIV. Epidemiologistas de pesquisa, que geralmente se concentram em epidemias, também estudam doenças como a tuberculose, a cólera e a gripe.

Habilidades

Os epidemiologistas devem ter fortes habilidades de comunicação oral e escrita. Eles devem dar muita atenção aos detalhes e ser capazes de coletar e analisar informações médicas. Esses profissionais também precisam de um sólido conhecimento sobre ciência e matemática, bem como devem ter forte gestão de tempo, resolução de problemas e habilidades de pensamento crítico, de acordo com o site CareerPlanner.com. Eles também devem ter sólidos conhecimentos em medicina e odontologia, sociologia e informática.

Formação

Os epidemiologistas normalmente têm pelo menos um mestrado em saúde pública. No entanto, os profissionais que possuem muitas posições avançadas neste campo precisam de um diploma de doutorado ou diploma de médico, dependendo da área de atuação. Programas de treinamento de epidemiologia abrangem temas como controle de infecção, investigação de surtos, toxicologia, química e anatomia. Os epidemiologistas que trabalham na investigação geralmente trabalham para o governo federal e para as empresas de serviços de pesquisa e desenvolvimento. Eles podem encontrar trabalho em escolas de saúde pública, faculdades e universidades. Epidemiologistas clínicos geralmente trabalham como consultores em hospitais.

Perspectiva

No Brasil, há falta de epidemiologistas, portanto há vagas sobrando. O salário médio desses profissionais, no Brasil, em 2011, por quatro horas de trabalho era 2 mil reais, ou mais, segundo o site biomedicinapadrao.com. Trata-se de uma área extremamente promissora.

Loading...

Referências

Loading ...
Loading ...