Guia prático para um fim de semana no Rio de Janeiro

••• Getty Images

“O Rio de Janeiro continua lindo”, já diria Gilberto Gil, mas para muitas pessoas, o Rio ainda é um destino a ser descoberto. Para ajudar os novatos na cidade maravilhosa ou mesmo para os já iniciados nas belezas cariocas, preparamos um roteiro de viagem com dicas e sugestões de lugares imperdíveis. A cidade é mesmo linda, não faltam opções de praias e cada bairro é recheado de história, por isso seria impossível listar todas as atrações, mas em um fim de semana é possível conhecer alguns dos principais atrativos da cidade.

Overview

“O Rio de Janeiro continua lindo”, já diria Gilberto Gil, mas para muitas pessoas, o Rio ainda é um destino a ser descoberto. Para ajudar os novatos na cidade maravilhosa ou mesmo para os já iniciados nas belezas cariocas, preparamos um roteiro de viagem com dicas e sugestões de lugares imperdíveis. A cidade é mesmo linda, não faltam opções de praias e cada bairro é recheado de história, por isso seria impossível listar todas as atrações, mas em um fim de semana é possível conhecer alguns dos principais atrativos da cidade.

Como chegar

Flickr RIOTUR | ASCOM

Há muitas maneiras de chegar à segunda maior cidade brasileira. Ela conta com dois aeroportos: Santos Dumont, no centro da cidade, e Antônio Carlos Jobim (mais conhecido como Galeão), na Ilha do Governador, zona norte da cidade, a 20 km do centro. A Rodoviária Novo Rio também fica na região central, no bairro de Santo Cristo. Para quem vai de carro, há várias estradas que chegam até o Rio, como a BR 116 para quem vem do sul e a BR 101 para quem vem do norte do país.

Centro histórico

Flickr RIOTUR | ASCOM

É a parte mais antiga da cidade, com algumas das principais construções que ainda restam do período colonial, importantes por sua arquitetura e por terem sido palco de grandes momentos históricos quando ainda era a capital brasileira (1763 - 1960). Ali estão o Palácio Tiradentes, a Biblioteca Nacional do Brasil, o Teatro Municipal do Rio de Janeiro, a Estação Central do Brasil e muitas igrejas, como a da Candelária e o Mosteiro de São Bento. Também é a área de maior concentração de museus e galerias da cidade.

Bondinho - Pão de Açúcar

Flickr RIOTUR | ASCOM

Localizado no bairro da Urca, o bondinho do Pão de Açúcar é um dos principais cartões postais cariocas. São dois trechos de bonde: o primeiro sai da Praia Vermelha e chega ao Morro da Urca, onde há diversos atrativos (além da vista), como o Espaço Baía de Guanabara, com restaurantes e lojas, e a Praça dos Bondes, espécie de museu do bondinho a céu aberto. O segundo vai dali ao Pão de Açúcar propriamente. Do alto de seus 396 metros de altura, nada menos do que uma vista de 360º de lindas praias, o Corcovado, o centro da cidade, entre outras belezas.

Boemia na Lapa

Flickr RIOTUR | ASCOM

Durante o dia, o tradicional bairro da Lapa, com antiquários, tendas de artesanato local e bela arquitetura, é um passeio muito bonito, com destaque para os Arcos da Lapa, por onde passa o bondinho de Santa Teresa, bairro vizinho que também vale a visita. Mas foi a noite que fez famosa a região, reduto da boemia carioca, principalmente ligada ao samba. O bairro oferece grande variedade de bares e casas de shows para curtir boa música e se misturar com o público local.

Praias maravilhosas

Flickr RIOTUR | ASCOM

Para a maioria das pessoas, Rio de Janeiro e praia são sinônimos. São dezenas de praias na cidade, eternizadas em fotografias, canções e filmes, sendo as mais famosas: Copacabana, Ipanema e Leblon. Além da beleza natural da costa carioca, suas praias são muito procuradas pelos amantes de esportes (surfe, vôlei de praia, futevôlei etc.) e seus quiosques à beira-mar são ótimos para juntar os amigos para uma cervejinha, petiscos ou mesmo uma água de coco.

Cristo Redentor

Michael Regan/Getty Images Sport/Getty Images

Dentro do Parque Nacional da Tijuca (o maior oásis verde da cidade), no alto do morro do Corcovado, está localizada uma das sete novas maravilhas do mundo, o Cristo Redentor. Construído entre 1922 e 1931, a gigantesca estátua tem 38 metros de altura. Para subir os 710 metros de altura do morro é possível ir de trem, de carro e, os mais corajosos, encaram a subida a pé. Mas seja como você escolher chegar lá, a vista espetacular da cidade vale a pena o esforço.

Jardim Botânico

Flickr RIOTUR | ASCOM

O Jardim Botânico do Rio de Janeiro foi idealizado por D. João, em 1808, época do Brasil Colônia, para receber plantas nativas e estrangeiras. Hoje conta com mais de oito mil espécies de várias partes do mundo. Além de seu rico e variado acervo de espécies naturais, por seus 137 hectares encontram-se espalhadas obras de arte e alguns museus, como o do Meio Ambiente e o Museu-Sítio Arqueológico Casa dos Pilões.

Lagoa Rodrigo de Freitas

Flickr RIOTUR | ASCOM

Localizada próxima ao Jardim Botânico, a lagoa é um dos lugares mais gostosos e charmosos da cidade. Ao longo dos 7,5 km de sua orla, o visitante encontra belos jardins, um museu de esculturas a céu aberto, quadras esportivas, pista de corrida, ciclovia e boa variedade de bares e restaurantes para sentar e apreciar boa comida com uma vista de tirar o fôlego.

Crie o seu roteiro

Flickr RIOTUR | ASCOM

Os lugares que sugerimos aqui são alguns dos principais pontos turísticos, mas com certeza há atividades que têm mais ou menos a ver com você, por isso adapte as nossas sugestões ao seu perfil e ao tempo que você tem disponível para visitar a cidade. Leia, busque informações e faça um roteiro sob medida.

Mais recentes

×