×
Loading ...

Como fazer uma limpeza na bexiga urinária

A bexiga é um pequeno reservatório muscular de urina que se localiza na região pélvica. De poucos segundos em poucos segundos, os rins nela depositam pequenas quantidades de urina, por meio dos ureteres. Quando a bexiga está cheia, as terminações nervosas em seu interior enviam sinais ao cérebro, que, por sua vez, envia sinais ao esfíncter uretral para que este relaxe. Isso permite que a urina armazenada seja passada para a uretra e, consequentemente, para fora do corpo. Algumas vezes, no entanto, é necessário esvaziá-la artificialmente com o emprego de um cateter urinário.

Instruções

Os cateteres servem para a remoção artificial de urina (Hemera Technologies/PhotoObjects.net/Getty Images)
  1. Peça para o paciente se deitar com as pernas afastadas e dobradas. Explique sobre a cateterização para que ele entenda o que está prestes a acontecer.

    Loading...
  2. Ponha um par de luvas cirúrgicas e esterilize a abertura uretral do paciente. Pode-se aplicar ali um gel anestesiante para tornar o procedimento um pouco menos desconfortável. Coloque um lubrificante na ponta do cateter e na abertura uretral.

  3. Remova o cateter urinário esterilizado de sua embalagem e insira a respectiva ponta no saco que armazenará a urina. Insira, em seguida, a outra ponta na abertura uretral do paciente, aplicando uma pressão firme, mas leve. Continue inserindo até que a urina comece a fluir pelo tubo.

  4. Infle o balão do cateter com 10 cm³ de um fluido estéril. Puxe então, suavemente, o tubo do cateter até que o balão comece a dar uma pequena resistência, que indicará que o tubo se encaixou no colo vesical.

  5. Deixe o cateter remover todo o líquido da bexiga antes de removê-lo. Esvazie o balão e retire o saco de urina. Puxe suavemente o cateter para fora da abertura uretral e descarte-o.

Loading...

Dicas

  • Pode-se pedir ao paciente para que ele tente urinar antes de inserir o tubo. Cada quantidade, mesmo que mínima, ajudará o processo, pois teria que ser removida artificialmente.

Aviso

  • O uso constante do cateter pode aumentar o risco de infecções no trato urinário. Ele só deverá ser utilizado apenas quando o médico julgar necessário.

Referências

Loading ...
Loading ...