×
Loading ...

Como sobreviver ao assédio moral no trabalho

Bullying e táticas desleais praticados pelas crianças populares supostamente terminam no ensino médio. Infelizmente para algumas pessoas, o assédio também faz parte do ambiente de trabalho. Segundo o site "Overcome Bullying", o psicólogo sueco Heinz Leymann cunhou o termo assédio moral no trabalho na década de 1980. O assédio moral ocorre quando um grupo de funcionários se une para perseguir um colega, muitas vezes expulsando-o do emprego e causando estresse psicológico grave. Você pode tomar várias medidas para ajudar a vítima.

Instruções

Aja antes que o estresse do assédio moral provoque um colapso (Pixland/Pixland/Getty Images)
  1. Mantenha um registro de todos os incidentes do assédio moral, incluindo o tipo, a data e a hora em que o incidente aconteceu e as partes envolvidas. Ter um registro é útil quando você levar o problema para o departamento de recursos humanos (RH) ou se iniciar uma ação judicial. Salve todos os e-mails ou mensagens de voz do assédio.

    Loading...
  2. Fale com as pessoas não envolvidas diretamente no comportamento de bullying e peça suas opiniões. De acordo com um artigo de maio de 2007 publicado no site "BNET", você pode facilmente confundir um único incidente com assédio moral por uma falha de comunicação. Conversar com colegas de trabalho pode ajudá-lo de forma mais objetiva a julgar sua situação. Se você está lidando com o assédios repetidos, testemunhas também podem corroborar sua história quando for levar o problema ao RH ou gestão superior.

  3. Relate o assédio moral ao seu supervisor imediato e ao setor de recursos humanos. Use seus registros e testemunhas para apoiar sua reclamação.

  4. Comece procurando um novo lugar para trabalhar. Mesmo se a gerência cuidar do comportamento de assédio moral e seu ambiente de trabalho tornar-se menos tóxico, você se sentirá fortalecido para fazer alguma coisa sobre a sua situação. Lembre-se sempre que tem opções. Se o ambiente não melhorar, você pode deixar o estresse para trás e recomeçar em um local de trabalho diferente.

  5. Cuide-se. Mantenha relacionamentos saudáveis ​​fora do local de trabalho. Tenha amigos confiáveis ​​e familiares como suporte para desabafar. Tenha uma alimentação saudável, faça exercícios regularmente e considere a meditação para manter-se física e mentalmente forte.

  6. Procure um psicólogo, especialmente se estiver sofrendo de depressão ou sintomas físicos de estresse, como distúrbios do sono e problemas gástricos. Mesmo se você achar que está administrando bem suas emoções por conta própria, um psicólogo ainda pode ser benéfico para prevenir futuros problemas psicológicos.

Loading...

Dicas

  • Assediadores não são tão fortes como parecem. Eles costumam aliar-se a outros por insegurança. Convença-se de que você é uma pessoa mais forte do que seus intimidadores e terá a autoconfiança para lidar com incidentes que visem derrubá-lo.

Aviso

  • Se tiver pensamentos suicida, procure ajuda profissional imediatamente.
  • Se um colega de trabalho proferir ameaças que o façam temer por sua segurança física, fale com alguém do RH imediatamente e chame a polícia.
  • O assédio moral que se estende para além do local de trabalho é particularmente perigoso. Contate as autoridades imediatamente para obter ajuda.

Referências

Loading ...
Loading ...