Ações preferenciais versus ações ordinárias

Escrito por tyler lacoma | Traduzido por elia regina previato
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Ações preferenciais versus ações ordinárias
As preferenciais e as ordinárias são os dois principais tipos de ações oferecidas no mercado aos investidores (Digital Vision./Photodisc/Getty Images)

Preferenciais e comuns, ou ordinárias, são os dois principais tipos de ações que as empresas oferecem aos investidores, o que não deve ser confundido com classes de ações, que são avaliações distintas que dividem as ações de acordo com os benefícios que ela oferece, se houver diferentes níveis. As preferenciais e as ordinárias controlam quais benefícios são oferecidos pelas ações e o que eles significam tanto para a empresa quanto para o investidor.

Outras pessoas estão lendo

Ações ordinárias

Ações ordinárias são as mais frequentemente emitidas pelas empresas e negociadas no mercado de ações. Elas são vendidas a um preço específico, que pode subir e descer com base em quanto os investidores estão dispostos a pagar por elas nos leilões de ações. Se uma empresa for bem sucedida e crescer, então suas ações terão maior demanda e o valor das ações ordinárias aumentará. Algumas empresas optam por oferecer dividendos ou pagamentos aos acionistas com base nos lucros que obtiveram em um período recente.

Ações preferenciais

As ações preferenciais são mais como uma combinação entre uma dívida e um instrumento de equidade. São vendidas como ações ordinárias, mas com um plano de pagamento altamente estruturado baseado em dividendos, que os investidores podem consultar para saber exatamente o quanto a empresa lhes pagará com base nos lucros obtidos por ela. Ao contrário de ações ordinárias, as preferenciais sempre têm dividendo garantido. As empresas costumam emitir apenas um pequeno número de preferenciais em relação ao de ordinárias.

Segurança financeira

Uma diferença principal entre preferenciais e ordinárias é o risco de investimento a elas associado. As ordinárias são um dos investimentos mais arriscados, uma vez que sofrem alterações regulares de preço com base nas reações dos investidores e do sucesso da empresa — eventos esses que não podem ser facilmente previstos ou controlados. As preferenciais oferecem uma fonte mais confiável de renda através de seus dividendos, embora tenham menos potencial de aumento em teros de valor, sendo também resgatadas antes das ordinárias se a empresa falir, o que raramente é motivo de preocupação.

Direito de voto

Os direitos de voto são dados aos acionistas com base na quantidade de ações que possuem. As ações ordinárias possuem um certo número de votos ou uma fração deles, dependendo da aneira como o estoque estiver dividido. As preferenciais não possuem direito a voto, o que ajuda a empresa a manter a propriedade quando quiser aumentar o capital através da equidade, mas não quiser estender o direito de voto a um maior número de investidores.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível