Como se adaptar a dentaduras novas

Escrito por si kingston | Traduzido por carol matos
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como se adaptar a dentaduras novas
Algumas vezes é tentador remover as dentaduras para comer e falar (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Embora dentaduras possam parecer naturais, definitivamente, elas não são. Para muitas pessoas, leva-se de duas a seis semanas até que se acostumem a usá-las. Dentaduras não são somente projetadas para remediar problemas estéticos causados pela ausência de dentes, mas para tornar a mastigação dos alimentos mais fácil. Ainda assim, as dentaduras podem causar dor e desconforto nos tecidos moles da gengiva. Para se adaptar às dentaduras, há algumas recomendações que você deve fazer.

Nível de dificuldade:
Moderado

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Coma alimentos macios, enquanto estiver usando as suas próteses. Pegue pequenos pedaços de carne para aprender a mastigar com os novos dentes. Depois que tiver se adaptado a comer alimentos macios com as novas próteses, mude para alimentos mais sólidos.

  2. 2

    Coloque as dentaduras na boca e leia em voz alta por trinta minutos ou mais, durante os primeiros dias após a instalação das mesmas. Novas próteses, frequentemente, fazem com que você não pronuncie corretamente as palavras. Ler em voz alta ajudará a sua língua a se acostumar à posição dos novos dentes e irá solucionar a questão da pronúncia.

  3. 3

    Tome goles de água ao longo do dia, para minimizar a sensação de boca seca, causada pelo uso das novas dentaduras.

  4. 4

    Remova as dentaduras à noite, com indicação de um dentista. Muitos profissionais pedem que os pacientes retirem as dentaduras por, pelo menos, seis horas diárias.

  5. 5

    Retorne ao dentista após oito semanas, se ainda estiver tendo problemas quanto à adaptação das próteses. O dentista pode precisar ajustá-las, sendo que elas não estão adequadamente encaixadas.

  6. 6

    Restaure as dentaduras a cada cinco ou sete anos. Isso se devo ao fato de próteses fazerem com que os ossos maxilares tenham o seu volume reduzido, havendo assim a necessidade de reestruturação da peça.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível