Como usar uma bota ortopédica

Escrito por ken chisholm | Traduzido por jesse mourao
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como usar uma bota ortopédica
Órtese ortopédica para membros inferiores (Picture courtesy of Google Images.)

O tratamento para fraturas de tornozelo e outras lesões de membros inferiores pode envolver o uso de aparelhos especiais. O projeto "cam walker" (bota ortopédica) é uma bota ortopédica para os pés que fornece suporte, proteção e imobilização do tornozelo após lesão ou cirurgia. Se você tem uma prescrição médica para usar esse tipo de bota, é preciso ter uma compreensão clara do tipo e extensão do seu problema. Estes dispositivos médicos têm sido amplamente utilizados no tratamento de entorses, fraturas, úlceras diabéticas e lesões/cirurgias no tendão de Aquiles.

A natureza de um problema específico, como uma fratura no tornozelo que pode envolver restrições de levantamento de peso, juntamente com o período de tempo de cura ou de reabilitação (como 8 a 12 semanas de uma fratura e 4 a 6 semanas para uma entorse), determina como a bota será usada. Nas fases iniciais de uma fratura, por exemplo, ela pode ser utilizada principalmente como um "engessamento", mas, ao contrário do engessamento, o usuário pode removê-la para a limpeza da parte do corpo, assim como para aplicação de gelo. Até que o membro afetado ganhe mais sustentação de peso, pouco peso deve ser colocado sobre ele.

Nível de dificuldade:
Moderado

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Bota ortopédica (com prescrição) de tamanho e comprimento adequados
  • Meia comprida ou atlética
  • Dispositivos de apoio, se necessário (muletas, bengala ou andador)

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Coloque a meia ou cobertura adequada. Se houver a necessidade de utilizar uma atadura, agora é a hora de colocá-la no lugar. Se não, use uma meia comprida ou atlética branca. A cor branca não vai manchar sua pele com a transpiração, como poderia acontecer com meias coloridas.

  2. 2

    Deslize o pé para dentro da bota, certificando-se de que ele repousa de forma plana no suporte. Verifique se o tamanho está correto. Os dedos dos pés não devem sobrar e ficar pendurados. Da mesma forma, a bota não deve ser tão grande que fique muito folgada, correndo o risco sair ou escorregar do pé.

  3. 3

    Prenda o enchimento de espuma envolvendo-o no pé, tornozelo e perna, começando pelo pé. O envoltório deve prender confortavelmente e sem rugas. Fixe-o firmemente usando as alças com velcro sobre o enchimento.

  4. 4

    Aperte as alças, começando no pé até chegar à perna. Elas devem ficar apertadas o suficiente para evitar derrapagens na bota, mas não tão apertadas que impeçam a circulação ou causem desconforto.

  5. 5

    Para caminhar, geralmente se começa colocando primeiro o pé afetado à frente. Se você estiver usando dispositivos de apoio, como muletas, a regra do "pé ruim na frente" funciona da mesma forma. Apoie o peso como prescrito, com ou sem dispositivos de assistência.

Dicas & Advertências

  • Sempre use uma meia limpa ou atadura para proteção e conforto.
  • Verifique se o seu calcanhar está sempre completamente encaixado na parte de trás da bota.
  • Nunca aperte demais as alças.
  • Certifique-se de que a bota é do tamanho correto.
  • Certifique-se de que os dedos não sobram, ficando de fora da bota.
  • Nunca ultrapasse os seus níveis de suporte de peso prescritos, a menos que indicado pelo seu médico.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível