Classificações de bens em economia

Escrito por raleigh kung | Traduzido por moises albuquerque
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Classificações de bens em economia
Bens de consumo (Jupiterimages/Goodshoot/Getty Images)

Em ambos macroeconomia e microeconomia, os bens são um dos dois objetos econômicos do lado da oferta. As mercadorias são fundamentais para qualquer sistema econômico já que elas operam no uso ou no comércio de uma sociedade. Os bens podem ser colocadas em uma das quatro categorias - público, privado, comum ou clube - dependendo da sua função econômica e uso típico da sociedade.

Outras pessoas estão lendo

Em segundo plano: Mercadorias sub-tratáveis e excludentes

Cada tipo de bem é tipicamente sub-tratável, excludente, ambos ou nenhum. Um bem é excludente, se tiver direitos privados e não puder ser livremente utilizado por outras pessoas. Um exemplo típico disto seria um bem de consumo; os clientes pagam pelos direitos legais de possuir e usar o produto. Por outro lado, um bem é sub-tratável se o bem diminui em quantidade ou valor por meio do uso normal. Um exemplo de um bem sub-tratável seria um alimento, que é consumido após a compra.

Bens públicos

Os bens públicos não são nem sub-tratáveis nem excludentes. Como o nome indica, estes bens são de domínio público e servem a uma comunidade local ou nacional. Estes tipos de produtos também costumam ter regulamentos governamentais aplicáveis ​​e restrições à sua utilização. Alguns exemplos notáveis ​​seriam o conhecimento público, estradas e prédios do governo, como os departamentos de polícia.

Bens privados

Os bens privados são ambos sub-tratáveis e excludentes. Direitos a bens privados são dados em troca de dinheiro e depois que eles são legalmente protegidas contra o uso por qualquer outra pessoa. A maioria dos bens de consumo, como eletrônicos e alimentos caem nesta categoria. Uma característica comum de bens privados é que eles são quase sempre feitos para o lucro.

Bens de clube

Bens de clube são excludentes, mas não sub-tratáveis. Direitos de usar estes produtos são geralmente dados a uma grande quantidade de pessoas ao mesmo tempo. Estes bens são denominados como tal, porque eles funcionam de forma semelhante a um clube e seus benefícios ligados - eles não expiram e tem uma quantidade indefinida. Alguns exemplos diárias incluem acesso à internet, filmes e serviço de rede de telefonia.

Bens comuns

Bens comuns são sub-tratáveis mas não excludentes. Qualquer pessoa pode usar esses bens, mas o uso é regulamentado devido a uma quantidade limitada. Estes bens são financiados pelo governo e são reabastecidos ou atualizados em uma base regular. Bens que são quantificáveis, mesmo que na verdade não quantificados, também se enquadram nesta categoria. Exemplos desses produtos são os recursos naturais - normalmente não há contagem exata da quantidade, mas eles são entendidos como sendo limitados e são protegidos como tal. Outros tipos de bens comuns incluem cuidados de saúde e livros da biblioteca.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível