Que tipo de cola eu devo usar para reparar o corpo de um instrumento acústico?

Escrito por rachel hoover | Traduzido por paula soares
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Que tipo de cola eu devo usar para reparar o corpo de um instrumento acústico?
Usar água em um violão acústico irá ajudar a absorver a cola (PhotoObjects.net/PhotoObjects.net/Getty Images)

Ao contrário dos modelos elétricos, os violões têm corpos ocos feitos de várias peças de madeira maciça ou laminada. Embora ambos possam rachar sob algumas condições, os instrumentos de madeira maciça são muito mais propensos a rachaduras do que a madeira laminada. Eventuais fissuras podem ser reparadas com um dos vários tipos de cola disponíveis no mercado e com um método de fixação para realinhar a rachadura.

Rachaduras e umidade

Qualquer tipo de madeira pode rachar caso o violão esteja um ambiente muito seco. O primeiro sinal de que o local está muito seco é que a madeira passa a apresentar uma textura que remete ao veludo. Os pedaços do corpo do violão irão tornar-se côncavos, o que inevitavelmente irá conduzir a uma rachadura. Outros sinais de ressecamento incluem extremidades afiadas nos trastes e um som mais baixo no tom do violão. Se você notar alguns desses indícios antes de a madeira começar a rachar, utilize um umidificador para reverter os efeitos.

Tipos de cola

Algumas colas são geralmente usadas para reparar violões. O Titebond é um produto versátil com um alto teor de água, o que irá permitir que você tenha mais tempo para trabalhar no conserto, além de facilitar a limpeza com água morna. Entretanto, as rachaduras irão inchar temporariamente até que a cola seque. Colas especiais para madeira, como as "hide glue", são mais finas do que o Titebond, portanto não incham da mesma forma, embora sequem muito rapidamente. Elas também permitem que você tenha mais tempo para trabalhar no conserto, mas tornam-se inutilizáveis quando expiram. O epóxi e a super cola são considerados produtos permanentes e geralmente não são usados em reparos que precisarão ser desmontados no futuro. A super cola seca rapidamente e deve ser manuseada apenas por profissionais experientes que possam trabalhar prontamente. Já o epóxi é ideal para reparos em rachaduras.

Técnicas de colagem

Antes de começar a reparar a fissura, a área deve ser cuidadosamente limpa para maximizar a eficácia da cola e evitar que a sujeira misture-se ao produto. Instrumentos pequenos, como escovas ou sondas dentais, são recomendáveis para limpar e aplicar a cola. Ao lidar com rachaduras pequenas, prefira uma agulha hipodérmica para colar as fissuras. Planeje o reparo com antecedência para decidir como irá consertar as rachaduras e em qual direção irá aplicar as fitas adesivas e grampos. Pratique um pouco sem a cola para sentir o que você realmente precisa fazer até passar para o conserto de maneira rápida e sem maiores problemas.

Pequenas rachaduras

O Super Bonder, ou qualquer super cola, pode ser apropriado para diversas fissuras pequenas que não se movem ou que não podem ser abertas - mais comuns nas laterais do violão. A super cola pode usada para preencher as rachaduras utilizando múltiplas camadas que devem secar entre as aplicações. O excesso de cola pode ser então lixado e laqueado.

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível