Como começar pequenos negócios na Itália

Escrito por dr. r. a. benson | Traduzido por bruno lodo pereira
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como começar pequenos negócios na Itália
Abrir uma empresa na Itália (Italian flag image by smn from Fotolia.com)

Dependendo da indústria, em um pequeno negócio há entre 500 e 1.000 funcionários. A economia italiana é ideal para esse tipo de negócio, já que 98% das companhias italianas têm menos que 19 empregados. Conhecida por suas marcas internacionalmente conhecidas, a Itália é uma nação com espírito empreendedor. Investidores estrangeiros são bem-vindos na Itália, mas devem aprender sobre a cultura, as pessoas e sobre negócios antes de se aventurar em abrir um negócio no país. Tenha a certeza de começar com um plano de negócios sólido que detalhará o âmbito da sua empresa.

Nível de dificuldade:
Moderado

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Conta bancária
  • Livros corporativos/financeiros
  • Registro fiscal
  • Registro de empregador

Lista completaMinimizar

Instruções

    Comprovando capital

  1. 1

    Deposite ao menos 25% do capital da companhia em uma instituição financeira. É obrigatório por lei, na Itália, que se deposite ao menos 25% do capital da companhia em um banco, que tenha uma garantia bancária ou uma apólice de seguro de mesmo valor. Caso esse valor não seja depositado, os acionistas fundadores são responsáveis pelo resto.

    Como começar pequenos negócios na Itália
    Deposite o dinheiro necessário para abrir seu negócio (dinheiro na carteira image by Mauro Rodrigues from Fotolia.com)
  2. 2

    Assine a escritura pública e o estatuto social da incorporação. A escritura pública (atto costitutivo) em conjunto com o estatuto social (estatuto) de sua companhia são assinados antes e devem ter firma reconhecida por um órgão público italiano. Pague a taxa de registro com até 20 dias após abrir sua companhia, o que irá custar em torno de R$ 10.

    Como começar pequenos negócios na Itália
    Documentos necessários (papel image by juanjo tugores from Fotolia.com)
  3. 3

    Compre livros corporativos e de contabilidade. Companhias confiáveis e responsáveis devem manter um livro de atas das reuniões dos acionistas e informações sobre elas, além de um contador para revisar as contas. Para assuntos mais informais, os livros não precisam ser autenticados. Todos esses livros podem ser comprados de papelarias fornecedoras ou até mesmo em órgãos públicos italianos.

    Como começar pequenos negócios na Itália
    Livros de negócios (livro image by António Duarte from Fotolia.com)
  4. 4

    Pague o imposto de concessão. É pago nos correios anualmente, baseado no capital do seu negócio. Esse imposto é obrigatório por lei.

  5. 5

    Registre seu pequeno negócio com o Registro de Empresas. A câmara local é designada a processar os novos registros de empresas, e isso acontece no mesmo dia, ao contrário de pela internet, que pode demorar até cinco dias. Esse processo custa aproximadamente R$ 1.300, incluindo registro, filiação e taxas dos carimbos.

  6. 6

    Comunique o Escritório Provincial do Trabalho um dia antes de contratar novos trabalhadores.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível