Consequências de pneus muito cheios ou murchos

Escrito por justin cupler Google | Traduzido por andressa v. da nobrega
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Consequências de pneus muito cheios ou murchos
Encher demais ou de menos um pneu pode levar ao desgaste precoce (stack of old tires image by JoLin from Fotolia.com)

Pneus automotivos podem variar grandemente em relação à capacidade de libras por polegada quadrada (PSI), indo de 34 até 90 PSI. Os fabricantes de veículos também têm suas recomendações próprias; esse é o padrão que deve sempre ser seguido. A inflação máxima da parede lateral de um pneu serve apenas como referência, não como recomendação. Existem consequências, algumas severas, por não seguir o PSI especificado pelo fabricante do veículo.

Outras pessoas estão lendo

Explosões

Explosões são a falha catastrófica de um pneu. As faixas internas falham completamente e então o pneu explode. Pode parecer que não há problemas em exceder a recomendação do fabricante desde que você permaneça na variação do pneu, mas isso pode causar problemas. O fabricante recomenda esse PSI para compensar os grandes solavancos. Grandes impactos comprimem o ar dentro do pneu, causando picos momentâneos de PSI. Esse pico rápido pode causar uma explosão se o pneu estiver muito perto de sua taxa máxima. Encher de menos pode causar uma explosão também. Quando um pneu está murcho, a parede lateral tende a sair. Essa flexão adicional na parede lateral compromete sua capacidade de suportar peso e pode causar uma explosão da parede lateral.

Economia de combustível

Pneus murchos podem impactar grandemente a economia de combustível do seu veículo. Quanto menor a pressão do pneu, maior a resistência de rolagem. Quanto maior a resistência, mais trabalho do motor é necessário para mover o veículo, aumentando o gasto de combustível.

Direção

Pneus murchos podem impactar grandemente a direção do seu veículo, pois fazem com que a parede lateral se torne flexível. Isso causa muito movimento do carro e pode levar à perda de contato devido aos movimentos abruptos.

Durabilidade

A maioria dos motoristas quer prolongar ao máximo a vida útil de seus pneus. Se eles estiverem murchos ou muito cheios, isso pode significar a diminuição da durabilidade. Pneus muito cheios podem levar a seção central do trilho a se expandir para fora. Isso põe mais peso sobre o centro do pneu. Esse peso extra faz com que o centro do pneu se gaste rapidamente. Pneus murchos causam o oposto -- fazem com que o centro encolha para dentro, forçando as extremidades externas a suportar um peso maior. Isso leva ao gasto das bordas externas e internas.

Conforto

Pneus muito cheios impactam o conforto de viagens no seu veículo. Pneus muito cheios não podem absorver o impacto de pequenos buracos na estrada, como fariam os pneus cheios na medida certa, o que causa uma viagem repleta de solavancos. Devido a paredes laterais mais pesadas, os pneus também transferem muito mais barulho da estrada para o interior do veículo.

Aquaplanagem

A aquaplanagem acontece quando o contato entre o pneu e a estrada é quebrado por uma camada de água. Isso causa uma perda de controle temporária da direção. Pneus murchos aumentam a chance de aquaplanagem pois criam um rastro maior. Esse aumento da superfície permite que mais água fique entre o pneu e a estrada, causando o problema.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível