Costumes e condutas japonesas

Escrito por amy mcnulty | Traduzido por thaís dalariva
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Costumes e condutas japonesas
Curvar-se é o equivalente no japonês de um aperto de mão no Ocidente. (Ryan McVay/Lifesize/Getty Images)

Conhecimento dos costumes e conduta japonesa pode tornar você mais culturalmente consciente e te ajudar caso algum dia você visite o Japão, faça amigos japoneses ou faça negócios com japoneses. Essa cultura valoriza a etiqueta adequada. Embora a maioria dos japoneses entenda que estrangeiros não estão cientes da complexidade dos seus costumes e conduta, eles apreciam quando estrangeiros tiram um tempo para aprender.

Outras pessoas estão lendo

Arqueamento

Tocar uma pessoa de quem você não é próxima, no Japão, é considerado anti-higiênico e indelicado. Por exemplo, ao invés de apertos de mão, saudações e despedidas são feitas com "ojigi", ou arqueamento. O ato de curvar-se é tipicamente um ligeiro arqueamento da metade superior do corpo, mas arqueamentos podem variar de uma inclinação da cabeça até o curvamento completo da metade do corpo, ficando perpendicular ao tronco. Quanto mais você se curvar, maior será sua estima pela outra pessoa; para fins comerciais, um leve dobrar de ombros e cabeça servirá.

Dar presentes

Dar presentes é tanto um costume japonês quanto um exemplo de conduta japonesa. Costumes japoneses ditam que você dá presentes ("omiyade") como uma lembrança quando vai a uma viagem, como uma forma de obrigado ("temiyage") nos negócios e entre o seu círculo social, e para amigos, colegas de trabalho e clientes duas vezes ao ano ("oseibo" em Junho e "ochugen" em Dezembro) como tradição. Presentes comestíveis, especialmente alimentos nativos da sua casa ou área que você visitou, estão entre os mais valorizados. Quando você dá ou recebe um presente, segure-o com as duas mãos e se curve para a outra pessoa. Não espere que o receptor abra o presente na frente de quem lhe deu, isso é considerado descortês.

Troca e remoção de sapatos.

Limpeza é uma das razões pela qual muitos costumes e condutas japonesas giram em torno de sapatos. Japoneses não usam sapatos dentro de suas casas. Até mesmo convidados devem tirar seus sapatos em uma pequena descida na entrada da casa chamada "genkan". Alguns prédios públicos, como escolas e lojas, não querem que as pessoas usem o mesmo sapato que eles usam fora do lado de dentro. Visitantes regulares colocam seus sapatos em armários perto da entrada e trocam-os por sapatos de dentro - sapatos que são guardados quando eles vão embora. Visitantes ocasionais pegam emprestado um par de sapatos de pessoas que trabalham lá. Ao visitar o banheiro de algumas casas japonesas e prédios públicos, você pode notar um par de chinelos perto da porta. Retire seu sapato, se estiver usando, e ponha os chinelos para usar o banheiro. Não os use fora do banheiro.

Visitas/ Cartões de visitas

O jeito mais educado de fazer negócios no Japão é trocando "meishi", um cartão de visita japonês. Essencialmente, "meishi" são cartões nos quais você coloca seu contato e informações de negócios, em japonês de um lado e inglês do outro. Dê um cartão de visita para todos os colegas que você conhecer, mesmo se você conhecer muitas pessoas em uma única reunião. Passe os cartões antes da reunião começar. Ao entregar o cartão para um colega, use as duas mãos, curve-se levemente e certifique-se de que o lado japonês está virado para cima.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível