Como desinfetante para mãos funciona

Escrito por heather shaw | Traduzido por ed russo
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como desinfetante para mãos funciona
Aprenda como funciona o desinfetante para mãos (Jupiterimages/BananaStock/Getty Images)

Outras pessoas estão lendo

Introdução

Desde 2002, a coordenadoria de controle de doenças (CCD) recomenda o uso de desinfetantes para mãos à base de álcool em hospitais como forma de suplementar o ato de lavar as mãos. A recomendação, em conjunto com alguns medos da saúde pública, aumentou a popularidade dos desinfetantes. Porém, para ser eficiente o produto deve ser usado corretamente e para isso é preciso entender como ele funciona.

Funcionamento

Os desinfetantes para mãos matam as bactérias da superfície da mão usando uma alta concentração de álcool, que penetra na membrana celular da bactéria, causando sua desnaturação (desnaturar é o ato de mudar a natureza da bactéria, deixando-a inerte), impedindo o enovelamento de suas proteínas. Simultaneamente, o desinfetante elimina a camada de óleo no exterior da pele, criando assim um ambiente inóspito para as bactérias. Ao esfregar o álcool na superfície das mãos por um breve período você o permite fazer contato e destruir a maioria das bactérias presentes em suas mãos.

Uso eficiente

Opte por um desinfetante com alta concentração alcoólica. O CCD recomenda entre 60 e 95% de álcool etílico ou isopropílico, comprovados os mais eficientes com base nos testes realizados. Na verdade, na edição do jornal americano "The New York Times", publicado em 21 de Março de 2006, Scott Reynolds, um especialista em controle de infecções no centro médico H. Quillen Veterans Affairs, comentou sobre seu estudo que sugeria que baixas concentrações alcoólicas pareciam ser piores do que não usar o desinfetante: "O gel com baixa concentração pareceu mobilizar as bactérias, espalhando-as sobre as mãos ao invés de matá-las". Certifique-se de ler o rótulo traseiro do produto, já que a maioria diz matar 99.9% das bactérias, mesmo possuindo baixa concentração. Use pelo menos uma porção com o tamanho de uma moeda de 10 centavos e espalhe-a bem por toda as mãos durante 30 segundos. Caso o desinfetante seque antes do tempo, você não utilizou a quantidade correta para ele ser eficiente.

Eficácia contra sujeira

Caso suas mãos estejam visivelmente sujas, o álcool do desinfetante não removerá a sujeira, pois ele funciona melhor quando pode chegar facilmente às bactérias e em mãos relativamente limpas (como em um cenário hospitalar). Portanto, caso você possa ver a sujeira em suas mãos, uma boa lavada é mais recomendada, mas se não tiver acesso à água limpa e sabão, usar o desinfetante é melhor do que nada.

Eficácia contra excrementos

O desinfetante não é recomendado para ser usado sozinho depois de usar o banheiro pois ele não removerá matéria fecal e, pior, ele pode nem matar as bactérias que estão no excremento. De acordo com especialistas em higiene em áreas de difícil acesso, "Clostridium difficile, um esporo bacteriano por vezes encontrado em excrementos, é resistente a desinfetantes e requer uma lavagem das mãos para sua remoção".

Eficácia contra vírus

A questão sobre a eficácia do desinfetante contra vírus ainda precisa de mais estudos. O álcool encontrado nesses produtos não matará os vírus, mas fará com que a superfície de suas mãos se torne um ambiente menos habitável, tornando menos provável que eles fiquem por muito tempo.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível