Dez fatos interessantes sobre as florestas tropicais

Escrito por pedro santos
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Dez fatos interessantes sobre as florestas tropicais
A floresta tropical é o bioma mais rico do mundo (Ablestock.com/AbleStock.com/Getty Images)

Espalhadas pela América, África, Ásia e Oceania, as florestas tropicais representam o bioma mais rico e diverso do mundo. Trata-se de um ecossistema com grande variedade de populações de fauna e flora. Entre as principais características desse bioma estão as altas temperaturas (geralmente com médias anuais de 20°C) e umidade elevada (têm chuvas em todas as estações do ano). Infelizmente, porém, as florestas tropicais estão em perigo. Com os altos níveis de poluição e desmatamento observados principalmente na segunda metade do século 20, espécies inteiras de plantas e animais estão ameaçadas de extinção. Conheça dez fatos interessantes sobre esse bioma tão importante para nosso planeta Terra.

Outras pessoas estão lendo

10 hectares são desmatados por minuto

Como se já não bastasse o dano que o homem já causou à floresta tropical, há mais destruição à vista. Se antigamente as florestas tropicais cobriam 14% da superfície da Terra, hoje elas cobrem apenas 6%. Segundo a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO), a cada minuto são perdidos 10 hectares de floresta graças principalmente às áreas que são desmatadas e destinadas à criação de pastagens e produção de grãos. Na maior floresta tropical do mundo, a floresta amazônica, a situação é ainda mais crítica. De acordo com dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o destmatamento total da floresta chegou a 14,6% da cobertura original.

Dez fatos interessantes sobre as florestas tropicais
O desmatamento é um dos maiores problemas da floresta (Thinkstock Images/Comstock/Getty Images)

Mais de 3000 frutas

A biodiversidade é tão grande nas florestas tropicais que existem catalogadas mais de três mil espécies de frutas que se originaram neste bioma, segundo biólogos e especialistas da FAO. Entre elas está a Pollia condensata, a fruta tropical considerada a mais colorida do mundo. Pequenas e esféricas, elas se parecem com pérolas e são coloridas graças às suas células que refletem as mais diferentes cores. A fruta foi enontrada na floresta tropical africana, que cobre Angola, Etiópia e Moçambique. Frutas como o abacate, a goiaba e hortaliças, como milho e batata doce, são todos derivados da floresta tropical.

O maior banco genético do planeta

As florestas tropicais são objetos de estudo constante dos mais variados cientistas. Os geneticistas passaram a se interessar pelas florestas depois de descobrir que elas representam o maior banco genético do planeta, de acordo com a FAO. Além de possuir uma rica variedade de animais e vegetais, as florestas tropicais se destacam por apresentar muitas gerações de seres vivos, o que contribui para os estudos científicos. Elas cobrem diferentes populações da mesma espécie e apresentam grande variação genética. Ao todo, são mais de 1,5 milhões de espécies vegetais catalogadas, sem contar nas três mil espécies de peixes e 950 espécies de aves.

Dez fatos interessantes sobre as florestas tropicais
O maior banco genético do mundo fica nas florestas tropicais (Comstock/Comstock/Getty Images)

Solos pouco férteis

As florestas tropicais apresentam um tipo de solo que geralmente é pouco fértil. Grande parte dos solos dessas florestas são compostos por argila vermelha, que encharca facilmente. Como chove constantemente na floresta, a água fica armazenada em excesso, o que compromete a circulação do ar e o desenvolvimento natural dos vegetais. São solos naturalmente com déficit de nutrientes. Por isso, quando o solo é desmatado, formam-se áreas que não podem ser cultivadas mais do que duas estações. Sendo assim, os solos das florestas tropicais são pobres para a agricultura.

Dez fatos interessantes sobre as florestas tropicais
Os solos são compostos de argila vermelha (NA/AbleStock.com/Getty Images)

Fonte de remédios

As florestas tropicais são um sanutário para que cientistas do mundo todo criem novos remédios a partir de plantas medicinais. Muitos remédios usados hoje se originaram de pesquisas com plantas vindas dessas florestas. A partir de 1980, companhias farmacêuticas passaram a investir em pesquisas nas florestas tropicais. Hoje, o líder na condução de estudos sobre o tema é o Instituto Nacional de Câncer dos Estados Unidos. Entre as plantas mais comuns usadas na fabricação de remédios está o pau-d'arco, a árvore brasileira de onde se origina remédios que atuam no tratamento de doenças de pele como a eczema.

Dez fatos interessantes sobre as florestas tropicais
Muitos remédios usados hoje vieram das florestas tropicais (Visage/Stockbyte/Getty Images)

Extermínio da população nativa

Em todas as florestas tropicais houve um massacre sistemático da população nativa que ocupou a região. Na Floresta Amazônica, por exemplo, estima-se que viviam seis milhões de índios em toda a floresta na época do descobrimento do Brasil. Hoje, essa população é estimada em apenas 280 mil. Ainda há na floresta populações de índios não contactados, isto é, que nunca fizeram nenhum tipo de contato com outras tribos ou com a Funai. De acordo com a Funai, existem hoje cerca de 50 tribos indígenas que ainda vivem em total isolamento na Amazônia brasileira.

Dez fatos interessantes sobre as florestas tropicais
A população nativa foi praticamente dizimada (Photos.com/Photos.com/Getty Images)

O maior rio do mundo

Fica na área das florestas tropicais o maior rio do mundo tanto em volume como em extensão: o rio Amazonas. Com mais 6.400 quilômetros, o rio se origina na parte ocidental da Cordilheira dos Andes e segue até sua foz no Oceano Atlântico. Além disso, o rio faz parte da maior bacia hidrográfica do mundo. Ela abrange uma área de 7 milhões de quilômetros quadrados e passa por vários países da América do Sul: Peru, Equador, Colômbia, Venezuela, Guiana, Bolívia e Brasil. Estima-se que mais de dois terços água doce do mundo possam ser encontrados nos rios, córregos e afluentes associados com o rio Amazonas. Ao todo, o rio possui mais de mil afluentes.

Dez fatos interessantes sobre as florestas tropicais
O maior rio do mundo é o rio Amazonas (Brand X Pictures/Brand X Pictures/Getty Images)

Fenômenos naturais

Por abrigar tamanha diversidade de fauna e flora, as florestas tropicais são palco dos fenômenos naturais mais incríveis vistos no planeta. Em algumas áreas de floresta, por exemplo, o solo e a vegetação se encontram praticamente no mesmo nível do mar. Em alguns pontos, entretanto, eles estão abaixo desse nível. Essa característica faz com que o mar invada o rio, um fenômeno natural conhecido como pororoca. A imagem de grandes e violentas ondas que surgem provocadas pelo encontro é arrebatador e chama a atenção de turistas do mundo inteiro. Outro fenômeno curioso é o encontro das águas dos rios Negro e Solimões. As águas barrentas de um se juntam com as águas escuras do outro para formar o rio Amazonas.

Dez fatos interessantes sobre as florestas tropicais
Fenômenos naturais são comuns na floresta (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Diversidade animal

As florestas tropicais são consideradas o reduto natural da maior diversidade de fauna do mundo. Ao todo, mais de um terço das espécies de aves do mundo vivem em florestas tropicais. Isso sem contar em outras espécies que são vistas como símbolos desse bioma, como os tucanos, jacarés, micos leões, gorilas e rinocerontes (encontrados na floresta tropical africana). Há também uma variedade imensa de insetos como as formigas, além, é claro, das mais de duas mil espécies de peixes que vivem no rio Amazonas e seus afluentes.

Dez fatos interessantes sobre as florestas tropicais
O tucano é um dos animais nativos (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

O ar condicionado do mundo

Anos atrás, diversos cientistas criaram polêmica sobre a afirmação de que as florestas tropicais seriam os pulmões do mundo graças ao grande volume de oxigênio que elas produzem. Estudos recentes comprovam que a decomposição da matéria orgânica das plantas consome a mesma quantidade de oxigênio produzido, o que inviabiliza a tese de que mais oxigênio seria lançado na atmosfera graças às florestas. A teoria mais aceita hoje é a que se refere às florestas como o ar condicionado do mundo. Isso porque, graças à espessa cobertura florestal, o solo reflete menos calor na atmosfera, contribuindo para resfriar o planeta.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível