As diferenças entre os buracos negros e os buracos de minhoca

Escrito por kristyn hammond Google | Traduzido por regina fleck
As diferenças entre os buracos negros e os buracos de minhoca

Buracos negros não são negros; sua gravidade só é forte demais para deixar a luz escapar

Jupiterimages/Photos.com/Getty Images

Buracos negros e buracos de minhoca são uma fonte inesgotável de inspiração para a ficção científica, oferecendo perigo as personagens que partem em jornadas rumo ao desconhecido, atravessando grandes porções do universo ou se perdendo no tempo. Na realidade, as evidências que sustentam a existência dos buracos negros levam a um conhecimento mais profundo sobre a natureza do nosso universo e suas dramáticas origens. Embora cientistas ainda tenham de encontrar provas de que os buracos de minhoca existem, eles ainda servem a um importante propósito nas histórias de ficção científica.

Outras pessoas estão lendo

Respostas dos buracos negros

A teoria dos buracos negros responde a pergunta dos cientistas sobre a vida de uma estrela após o seu fim. Quando uma estrela começa a morrer, sua pressão interna diminui. Em um certo ponto, a gravidade interna da estrela comprime toda a sua matéria em uma pequena área no seu centro, o que aumenta a massa total no centro, aumentando a gravidade da estrela. Como resultado, a gravidade neste ponto comprime a matéria em um único ponto, aumentando a gravidade total de tal maneira, que a luz não consegue mais sair.

Respostas dos buracos de minhoca

Os buracos de minhoca respondem as perguntas dos cientistas sobre os métodos para alcançar velocidades superiores à da luz. A ideia é que você poderia viajar através de um buraco de minhoca em uma velocidade única, inferior à da luz, começando sua viagem em um extremo e terminando no outro. A distância entre o ponto de partida e o de chegada poderia ser substancial. Embora sua velocidade nunca se igualasse à da luz, a distância que você poderia viajar seria maior do que se viajasse na velocidade da luz.

Provas dos buracos negros

Os cientistas encontraram as primeiras evidências de que os buracos negros existem examinando a atividade de outros corpos solares em torno de suspeitas de buracos negros. Essencialmente, a gravidade total dos buracos negros é tão grande, que alteram as coisas ao seu redor, tais como cometas, planetas, luas ou energia no espaço. Stephen Hawking mostrou um novo caminho para os cientistas pesquisarem buracos negros em 1974, explicando o processo de liberação de calor dos buracos negros, a chamada "radiação Hawking". Esta descoberta levou a novos métodos de pesquisa de buracos negros, e há mais evidências que comprovam sua existência.

Provas dos buracos de minhoca

No momento, os buracos de minhoca são puramente teóricos. Existem como modelos matemáticos e parte de alguns diagramas. Servem como um recurso importante na ficção científica, servindo de base para viagens no tempo e viagens que superam a velocidade da luz, permitindo que os personagens percorram áreas gigantescas. Os cientistas continuam buscando evidências de que os buracos de minhoca existem, mas ainda não há comprovação científica.

Não deixe de ver

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível

Direitos autorais © 1999-2014 Demand Media, Inc.

O uso deste site constitui plena aceitação dos Termos de Uso e Política de privacidade de eHow. Ad Choices pt-BR

Demand Media