Mais
×

A dor causada pelo estiramento do músculo do quadril

Atualizado em 17 abril, 2017

Estirar qualquer um dos músculos do seu quadril pode causar muita dor, especialmente se for de terceiro grau. O tempo de recuperação dependerá da gravidade da lesão. Existem medidas preventivas que você pode tomar para evitar estirar um músculo do quadril.

Músculos estirados causam muita dor (Ablestock.com/AbleStock.com/Getty Images)

Músculos do quadril

Os músculos do quadril são responsáveis pelos movimentos dessa região. Eles incluem, mas não estão limitadas ao, glúteo, mínimo, médio e máximo, ou nádegas, tensor da Fascia Latae, Psoas e Iliacus, além dos músculos mais profundos, como os músculos piriforme e gêmeos.

Graus do estiramento

A gravidade da lesão é marcada pelo grau. O primeiro é moderado, envolve apenas 5% do músculo. O segundo é a ruptura parcial e doerá bastante quando você contrair o músculo. O terceiro é a ruptura total e você ficará impossibilitado de contrair a musculatura.

Causas

Muitas podem ser as causas que o levam a estirar o músculo do quadril. De acordo com a Academia Americana de Cirurgiões Ortopédicos, "Uma queda ou golpe direto no músculo (chamado de contusão), excesso de alongamento ou uso poderão rasgar as fibras musculares, provocando o estiramento".

Sintomas

Os sintomas variarão dependendo do grau da lesão. O estiramento moderado causará dor moderada e um pouco da perda de força. O de segundo grau causará muita dor ao contrair o músculo e o local ficará inchado. A perda dos movimentos, dor aguda e hematomas causados pelo sangramento interno estão associados com o estiramento de terceiro grau.

Prevenção/Solução

Sempre se aqueça antes de alongar-se. O treinamento com pesos poderá manter os seus músculos saudáveis e em forma, mas não se esforce muito. Utilize os equipamentos protetores quando estiver praticando esportes.

Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article