Escalas de teclado e exercícios de acordes

Escrito por alana grelyak | Traduzido por felipe rico
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Escalas de teclado e exercícios de acordes
Domine escalas maiores e menores de forma simples (Digital Vision./Digital Vision/Getty Images)

Dominando escalas e acordes em um instrumento de teclado dá-lhe uma maior compreensão da teoria musical e harmonia e lhe dá uma grande vantagem na obtenção de perícia técnica. Escalas e acordes são os alicerces sobre os quais a música ocidental é construída e são a chave para realmente entender, tocar e compor música do mais alto nível.

Outras pessoas estão lendo

Fórmulas

Para aprender escalas, você deve entender como elas são construídas. Embora existam vários modos para escolher, o repertório teclado padrão de hoje utiliza principalmente duas: maior e menor. Existem doze escalas maiores e doze menores, as quais são construídas numa série de tons e semi-tons. Um semi-tom é o menor intervalo encontrado na música ocidental, como por exemplo, de D a D sustenido, ou de E a F; um tom é composto por dois meios tons, isto é, de C para D, ou F sustenido para G sustenido.

A fórmula para uma escala maior é tom, tom, semi-tom, tom, tom, tom, semi-tom. A fórmula para uma escala menor natural é tom, semi-tom, tom, tom, semi-tom, tom, tom. Conhecer estas fórmulas o permitirá descobrir qualquer escala, sabendo-se a armadura de clave ou não.

Agrupamento

Um bom método para aprender escalas rapidamente é organizá-las em grupos. Primeiro, divida-as em maior e menor e tente aprender as maiores. Em seguida, agrupe as escalas maiores de acordo com o padrão de dedilhado. O padrão para C maior é 1, 2, 3, 1, 2, 3, 4, 5, na mão direita e 5, 4, 3, 2, 1, 3, 2, 1 na mão esquerda. O mesmo dedilhado também é usado para as escalas maiores de D, E, G e A.

F maior e B maior ficam em outra categoria, onde uma mão usa o típico dedilhado de C maior dedilhado e a outra ou começa ou termina no quarto dedo. Quando tocar escalas com notas pretas, evite usar o polegar nas teclas pretas, agrupe estas escalas juntas e aprenda-as como uma unidade. Uma vez que você as tenha dominado, você pode passar para as escalas menores. Cada escala menor tem três variantes: menor antiga, menor harmônica (que contém o sétimo grau elevada) e menor melódica (que contém o sexto e sétimo graus elevados na subida e descem como uma escala menor antiga). Aprenda todas as três variantes de cada uma das doze escalas menores.

Domine o cruzamento de polegar

Cruzar o polegar sob os outros dedos é um passo crucial para ser capaz de tocar escalas com fluidez. Você pode começar a aprender suas escalas utilizando este exercício: usando a escala de C maior, comece com o seu terceiro dedo da mão direita no E. Atravesse o polegar sob os dedos para o F e depois toque o G com o segundo dedo. Faça isso para trás e para frente, eventualmente adicionando seu segundo dedo no D e em seguida, o polegar no C. Pratique desta forma até que o polegar mova-se suavemente para trás e para frente. Elabore um exercício semelhante para a mão esquerda.

Acordes

Cada escala maior e menor tem sete acordes nativos dentro dela. Um acorde tonal básico é formado usando a primeira, terceira e quinta notas de todas as escalas. Este é o primeiro acorde que você deve aprender para cada escala. Os próximos acordes mais importantes são o dominante (baseado na quinta, sétima e segunda notas de cada escala) e a subdominante (com base na quarta, sexta e primeira notas de cada escala). Estes três acordes ajudam a reconhecer cadências e compor canções básicas. Depois disso, passe a aprender os outros acordes para adicionar mais complexidade às suas músicas.

Use um guia de referência

Obtenha um livro de referência, como “The Virtuoso Pianist” (O Pianista Virtuoso) de Hanon para ajudá-lo a manter todos os seus dedilhados e exercícios corretos. Dessa forma, você pode fazer anotações e se habituar a ler música e armaduras de clave.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível