Estilos de roupas masculinas nos loucos anos 20 e 30

Escrito por kalynn bayron | Traduzido por ana carolina fernandes
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Estilos de roupas masculinas nos loucos anos 20 e 30
Ternos finos nos anos 1920 e 1930 valorizaram a moda masculina (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Os anos 1920 e 1930 foram um período de grande agitação política e cultural. A Primeira Guerra Mundial estava terminando e não havia um grande senso de otimismo entre os jovens. As mulheres foram experimentando uma sensação libertadora de novos estilos, menos restritivos, e os homens estavam ocupados adaptando ternos para toda ocasião concebível. Tecidos luxuosos e cores exuberantes definiram o visual do terno de um homem e estabeleceram o precedente para o estilo clássico de ternos masculinos vistos ainda hoje.

Outras pessoas estão lendo

Moda masculina nos anos 1920

Os homens na década de 1920 estavam quase sempre usando algum tipo de terno e, às vezes, os trocavam, dependendo da hora do dia. No início da década, eles eram extremamente conservadores. O paletó tinha um caimento justo, criando uma silhueta bem delineada. Este estilo conservador reflete o senso cultural da época. No entanto, o fim da Primeira Guerra Mundial trouxe consigo uma mudança nessa sensibilidade. Os homens tiveram à sua disposição uma variedade de lazer e roupas esporte, incluindo calças, blusas e coletes. Fosse um terno de negócio ou traje esportivo, o objetivo era ter uma aparência jovem e vibrante, para refletir o recém-descoberto sentimento de esperança e vitalidade.

Moda masculina nos anos 1930

Em 1931, estima-se que mais de oito milhões de pessoas estavam sem trabalho devido à queda de Wall Street em 1929. O trabalhador comum não podia arcar com os ternos bem feitos da época anterior. Agora, o foco era em preços acessíveis e roupas produzidas em massa. Ternos masculinos passaram de estilos justos para ombros largos e paletós trespassados. Em 1935, a economia estava se recuperando, o que deu lugar a roupas mais finas com o corte de Londres, que contava com mangas afuniladas e bolsos altos. Durante o verão, a moda era os homens usarem blazers e calças curtas.

O crime organizado como uma influência na moda

Nos anos 1920 e 1930, o crime organizado foi generalizado e todo mundo estava familiarizado com ternos inspirados em gângsters. Eles eram coloridos e muitas vezes caracterizados por listras largas e acessórios elaborados, como abotoaduras e botões de ouro. Pessoas que queriam imitar esse estilo extravagante encontravam um meio termo no terno Broadway, que possuía paletós trespassados e botões grandes.

Terno Zoot

Na década de 1930, o terno Zoot tornou-se popular entre os jovens e as minorias. Ele era altamente estilizado, e muitas vezes complementado com um chapéu e bengala. Laços coloridos e calças justas finalizavam esse visual, que eventualmente saiu de moda na década seguinte.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível