Faça você mesmo: um micro robô voador

Escrito por jordan gaither | Traduzido por david pohl
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Faça você mesmo: um micro robô voador
Você pode construir seu próprio robô (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Pequenos robôs são, evidentemente, sensacionais. Usa-se estes robôs na busca por sobreviventes quando construções desabam, para andar em superfícies hostís demais para nossa frágil estrutura humana, e mais recentemente, para limpar casas (porque empurrar um aspirador é tão anos 90). No entanto, um dos tipos mais legais de micro-robôs são os voadores, que podem ser construídos com poucos componentes se você souber como. Enquanto os arranjos e o aspecto do robô dependem de você (seu diabólico e insano criador), os componentes e técnicas requeridos são praticamente os mesmos independentemente do design.

Nível de dificuldade:
Desafiante

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Fuselagem (metal leve ou hastes de plástico)
  • Nível (de preferência a laser)
  • RC ou circuito switch
  • Fonte de energia
  • Motor de alta velocidade e força
  • Pás de hélice (plástico leve ou similar)

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Construa uma fuselagem que suporte sua fonte de energia, circuitos de controle e motores de forma eficiente e equilibrada. Por exemplo, se você pretende usar apenas uma hélice, seu design deve ser, provavelmente, compacto e vertical, enquanto um robô com várias hélices irá exigir um design mais largo - como uma ilha flutuante. Em todo tipo de máquina voadora, balanço é tudo. Use o nível para garantir que todos os ângulos de sua fuselagem estão iguais, já que mesmo o menor desnível nestes ângulos pode causar desastrosas falhas de voo.

  2. 2

    Monte seu circuito de controle na fuselagem, mantendo o peso balanceado. Se você está construindo um modelo RC, será interessante certificar-se de que nenhuma antena está em contato potencial com as hélices, e que essas também estejam dispostas de forma balanceada.

  3. 3

    Energize seu circuito adicionando uma fonte de enrgia a sua fuselagem e conecte-a a seu circuito de controle. Mais uma vez, lembre-se de deixar a estrutura bem balanceada de modo que nenhum lado seja mais pesado que o outro. Verifique se os circuitos de controle e a fonte de energia estão bem conectados, caso contrário seu robô pode sofrer de quedas de energia devido a problemas de mau contato.

  4. 4

    Fixe o motor firmemente na fuselagem, e fixe também as pás das hélices. Use o nível para garantir que o motor esteja preso da maneira correta, de outro modo seu robô não terá um padrão consistente de voo. A montagem incorreta do motor ou hélices desniveladas podem causar movimentos em espiral ou de "rolamento" em um veículo voador, o que inevitavelmente causará uma catastrófica falha.

  5. 5

    Teste seu robô finalizado colocando-o em uma superfície plana e lisa e dando partida no motor. Se você está usando um controle do tipo RC, afaste-se da área de teste antes de energizar o robô. Se você está usando um controle de circuito switch, mantenha seus dedos longe das hélices a ponto de girar. Ligue o robô, e afaste-se rápido e com cuidado, para evitar a interrupção da decolagem de seu robô.

Dicas & Advertências

  • Se seu robô demonstrar sinais de um voo irregular, desligue-o e ajuste o motor e as hélices, pois estes são os principais responsáveis pelo padrão de voo do robô.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível