Como é feita a pólvora?

Escrito por tyler lacoma | Traduzido por thiago silva
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como é feita a pólvora?
Pólvora

Outras pessoas estão lendo

Origens

A pólvora foi descoberta e fabricada pela primeira vez na China Antiga, onde descobriu-se que a combinação correta de ingredientes poderia ser usada para criar um pó que queimava com força explosiva. Historiadores geralmente concordam que foi por volta de 700 A.C. que os chineses passaram a usá-la para entretenimento (fogos de artifício) e guerra, criando foguetes e canhões. Eventualmente, os métodos para a criação de pólvora saíram da China em direção ao império islâmico e então para a Europa. O monge e cientista Francis Bacon descrevia o uso da pólvora na Inglaterra já em 1216 A.C., onde ela era vista como uma substância para ser usada somente em armamentos.

Pólvora negra

A pólvora usada nos primeiros canhões e fogos de artifício era, tecnicamente, pólvora preta, uma versão simplificada das fórmulas usadas para fabricar a substância atualmente. Ela era feita usando uma fórmula muito específica composta de três ingredientes: salitre, carbono e enxofre. Salitre é outro nome para nitrato de potássio, que era minerado de cavernas ou retirado de estrume decomposto; o carbono vinha na forma de carvão puro e o enxofre é um mineral encontrado em diversas pedras, especialmente em regiões de atividade geotérmica. Os três ingredientes são combinados na proporção de 15:3:2, criando a pólvora negra. Eventualmente, uma dose de grafite era adicionada para obter um produto mais estável.

Como é feita a pólvora?
Pólvora

Pólvora moderna

Obviamente, a pólvora negra não é usada em armas atuais, apesar de ainda ter diversas aplicações práticas. Em 1890, os ingleses desenvolveram o que hoje conhecemos como pólvora sem fumaça, descoberta por Alfred Nobel em seus experimentos com nitroglicerina para gelatinizar nitrocelulose. A pólvora sem fumaça criada neste processo foi melhorada e reformulada por outros cientistas até chegar a uma versão que pudesse ser usada em armamentos. Hoje, todas as armas que utilizam pólvora usam alguma espécie da pólvora sem fumaça. Ela é fabricada em flocos, cilindros, grãos e bolinhas dos mais diversos tipos. As técnicas de fabricação modernas e o entendimento do processo químico por trás da pólvora permitiu que os fabricantes criassem pós com diversas velocidades de queima e de diferentes formas, dependendo da munição a ser usada.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível