Como são feitos sacos plásticos de lixo?

Escrito por linda st.cyr | Traduzido por ágata erhart
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como são feitos sacos plásticos de lixo?
Entenda como os sacos plásticos são produzidos (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Outras pessoas estão lendo

Sacos plásticos de lixo: Etano

Sacos plásticos de lixo são uma conveniência que a maioria de nós consideramos como garantida. Os sacos armazenam nosso lixo doméstico todos os dias e também outras formas de lixo, incluindo resíduos perigosos encontrados em hospitais e resíduos naturais, como folhas caídas. Eles vêm da terra e, eventualmente, são devolvidos para ela. A primeira substância necessária no seu processo de fabricação é o etano, um gás natural encontrado no solo, juntamente com o petróleo. Antes dos sacos plásticos poderem ser feitos, é preciso realizar um processo de perfuração para encontrar um campo de petróleo ou de gás. Quando esse campo é encontrado, um poço é feito para que se recolham o petróleo e o gás natural encontrados. Muitos gases naturais podem ser localizados, incluindo metano, etano, dióxido de carbono e oxigênio. Uma vez que o gás e o petróleo não se separam por conta própria, eles são colocados em uma coluna térmica que os separam. Assim que todos os gases naturais são retirados do petróleo, eles são enviados para uma usina de gás natural para serem separados, mais à frente. Na usina, os gases são separados em etano, propano e butano por um processo de destilação. Etano, um dos gases naturais, em seguida, transforma-se no primeiro material na fabricação de sacos plásticos de lixo.

Sacos plásticos de lixo: Etileno e polietileno

Depois que o etano é removido dos outros gases naturais, ele é colocado em um craqueador térmico, onde é convertido em etileno. O craqueamento térmico é um método em que se utilizam pressões absolutas para produzir uma reação denominada fissura homolítica, que resulta em alcenos. Os alcenos são a base para os polímeros, substância essencial para a produção dos sacos de lixo de plástico. Uma vez que o etileno é formado a partir do etano pelo craqueamento térmico, ele se desloca para um reator, onde é transformado em polímeros de polietileno. Os polímeros de polietileno são formatados como bolotas de resina ou grânulos para serem enviadas aos fabricantes de sacos plásticos de lixo, mas na verdade, são grandes moléculas formadas por ligações químicas covalentes.

Polímeros de Polietileno para sacos plásticos de lixo

Os pequenos grânulos de resina são convertidos por um processo chamado extrusão para serem transformados em plástico flexível. Bolotas de resina, quando colocadas em uma máquina e aquecidas a uma temperatura de 200º C, tornam-se fundidas. As empresas de manufatura, em seguida, adicionam agentes químicos para dar a cor ao plástico e torná-lo flexível. Depois que o plástico de polietileno é formado, ele é soprado por dentro de um tubo longo que cria a forma de saco. Depois, deixam esse formato esfriar antes de ser recolhido para o corte e selagem. Os sacos são cortados em tamanhos individuais e fechados de um lado, transformando-se no saco plástico de lixo que todos nós usamos em nossas casas. Muitos desses são feitos ao mesmo tempo por uma máquina que enrola ou armazena os sacos de lixos em caixas, completando o processo.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível