Como se forma uma dermatite solar?

Escrito por amber keefer | Traduzido por ágata erhart
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como se forma uma dermatite solar?
Produtos como protetores solares e bronzeadores podem desencadear uma reação alérgica devido ao contato com a luz do sol (Brand X Pictures/Brand X Pictures/Getty Images)

Outras pessoas estão lendo

O que causa a dermatite solar

Uma erupção polimórfica devido à luz, mais conhecida como "dermatite solar", geralmente é causada pela sensibilidade à luminosidade, na maioria das vezes desencadeada pela exposição à luz solar. Embora essa erupção possa assumir diferentes formas, pontos rosados ou avermelhados normalmente aparecem na região em forma de "V", do pescoço, nos braços e no dorso das mãos. Essa ferida pode ser vista no peito e na parte inferior das pernas também. Em alguns casos, essa erupção se assemelha à dermatite, onde a área afetada pode ser coberta por pequenas bolhas, seguidas de grandes manchas vermelhas e secas. Mulheres entre 20 e 40 anos, que têm pele clara, são as mais afetadas, porém, qualquer pessoa pode desenvolver a dermatite solar caso se exponha ao sol por muito tempo.

Outras causas

As substâncias presentes em alguns filtros solares, cosméticos, bronzeadores, cremes de cortisona ou antibiótico em pomada, aplicadas sobre a pele, podem desencadear uma reação, quando expostas à luz do sol. Tomar medicamentos comuns, incluindo antibióticos, alguns contraceptivos orais e diuréticos usados para o tratamento de pressão alta, pode causar fotossensibilidade em algumas pessoas. Pesquisas recentes também vincularam analgésicos sem receita médica, como o ibuprofeno e o naproxeno sódico, a reações fotoalérgicas. Essa condição também pode ser hereditária.

Sintomas

Sendo uma reação imunológica da pele aos raios ultravioletas, a dermatite solar geralmente causa coceira ou uma sensação de queimação que pode durar vários dias. A erupção cutânea geralmente desaparece em alguns dias, caso se evite a exposição prolongada à luz solar. Essa reação alérgica à luminosidade do sol geralmente é vivenciada pelas pessoas durante a primavera, quando elas ficam em espaços abertos e passam diversas horas sob o sol. A dermatite pode piorar se você ficar sob o sol novamente depois que se curar. Na maioria dos casos, porém, a pele se torna menos sensível à luz solar à medida que a estação mais quente avança e mais tempo se passa em ambientes externos.

Quando procurar atendimento médico

Você precisará visitar seu clínico geral ou dermatologista caso existam erupções persistentes em áreas do seu rosto, que ficam expostas ao sol, ou se a ferida se espalhar para as regiões do seu corpo que geralmente são cobertas pelas roupas. Ligue para seu médico se você tiver uma erupção pruriente que não responde aos tratamentos com medicação sem receita. Qualquer irritação, acompanhada de febre alta ou dor extrema, deve ser relatada ao seu médico. Chame a assistência médica emergencial, imediatamente, se você desenvolver urticárias e vômitos, juntamente à dilatação dos lábios ou olhos, logo após uma exposição ao sol. Esses sintomas dificultam a respiração e a ação de engolir; desorientação ou inconsciência podem ser sinais de uma reação alérgica.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível