Gases do sol

Escrito por adam johnson | Traduzido por maria renata c. m. siqueira
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Gases do sol
O sol é uma bola de gases quentes e queimando (Goodshoot/Goodshoot/Getty Images)

O sol é o maior objeto de todo o sistema solar e proporciona energia necessária para toda a vida na terra. É a estrela mais próxima de nós, feita de gases queimando em uma temperatura maior do que 1 milhão Kelvin. Tem quase 4,5 bilhões de anos de idade e é mantido por constante fusão nuclear que produz tanto o calor como a luz que emite.

Outras pessoas estão lendo

Os gases do sol

O sol contém dois gases principais: 94% dele é composto de hidrogênio, enquanto aproximadamente 6% é hélio. Oxigênio, carbono e nitrogênio formam menos de 1% do sol. Como podemos notar, não há superfície sólida no sol, ele é todo formado por gás.

Composição

O sol é composto por quatro seções: o núcleo, a zona radiativa, a zona de convecção e a fotosfera. O núcleo é onde a fusão nuclear, que dá poder ao sol, acontece. É extremamente quente (16 milhões de Kelvin) e denso (160 vezes a densidade da água), o que ajuda no processo de fusão. A zona radiativa é que compõe a grande parte do sol, perto de 85%. É a área onde a energia da fusão nuclear é transportada para as porções externas e mais frias do sol. A energia é dissipada pela superfície do sol na zona de convecção, onde o processo de convecção faz com que o gás suba e desça. Por último, a fotosfera ou superfície do sol é a região onde os gases podem escapar para o espaço como luz ou energia de calor.

Como o sol funciona

O sol é capaz de criar energia constantemente graças à fusão nuclear. Nesse processo, duas formas de hidrogênio - trítio e deutério - colidem uma com a outra em alta velocidade e calor, emanando uma grande quantidade de energia. O hélio é então formado. A energia desse processo viaja do núcleo, pela zona radiativa e de convecção, até a superfície do sol e então para o espaço.

Atividade solar

O sol passa por fenômenos de esfriamento e esquentamento periodicamente, chamado de manchas solares e erupções solares, respectivamente. Ambas as atividades acontecem na superfície do sol. A primeira representa áreas de atividade magnética forte e isolada que esfria pequenas áreas e faz com que elas pareçam mais escuras do que o resto do sol, o que pode afetar a meteorologia na Terra. Da mesma maneira, as erupções solares acontecem quando a atividade magnética ocorre da outra maneira, soltando intensas chamas de energia para fora do sol, afetando as ondas de radio na Terra.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível