História dos Sapatos

Escrito por mimi abney | Traduzido por leandro fox
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
História dos Sapatos
A história de sapatos começou há mais de 40.000 anos atrás, com a necessidade do homem de proteger os pés de ferimentos (shoes image by sasha from Fotolia.com)

A história de sapatos começou há mais de 40.000 anos atrás, com a necessidade do homem de proteger os pés contra ferimentos. Nossos ancestrais precisavam de sapatos resistentes para proteger os pés de pedras, areia e condições climáticas adversas. Mas a história dos sapatos não começa e termina apenas com o desejo de cobrir e proteger os pés. De aristocratas medievais usando sapatos decorativos para denotar nobreza a nossa obsessão atual por designers de calçados de celebridades, os sapatos são e sempre serão parte integral da nossa capacidade de expressar nosso senso de moda e individualidade.

Outras pessoas estão lendo

História

O primeiro sapato usado pelo homem foi uma sandália. Famosa por ser fabricada em folhas de papiro pelos antigos egípcios e feitos de couro macio pelos persas, as sandálias também foram usadas na Grécia, Roma e Mesopotâmia. Durante a Idade Média, as sandálias foram trocadas por mocassins e botas. Uma forma primitiva de mocassim foi usada pelos índios americanos, assim como por esquimós. Este tipo de calçado foi o sapato padrão usado por colonos americanos até Thomas Beard trazer os calçados de Londres para os Estados Unidos em meados de 1500.

Importância

A sapataria evoluiu de produzir calçados para proteção a símbolos de status e prestígio. Artesãos de sapatos criavam calçados ornamentados e decorativos para aristocratas no antigo Egito, Japão e Europa. Estes sapatos indicavam posição social e eram símbolos de status e riqueza para quem os usava. Por exemplo, os famosos monarcas Luís XIV e Henrique VII introduziram sapatos elegantes na Inglaterra e na França para esconder suas deformidades físicas e demonstrar a sua riqueza.

Geografia

No século 16, ricas mulheres francesas e aristocratas em Veneza usavam os primeiros sapatos de salto alto e plataforma de madeira. Assim como nos tempos modernos em que sapatos especiais são usados para casamentos, atletismo e dança, a história dos sapatos mostra que nos primórdios, o calçado foi criado para eventos especiais e cerimônias. De acordo com o site NationalGeographic.com, no século 15, as ricas mulheres italianas e franceses usavam sapatos decorativos chamados chompines. Estes saltos altos foram precursores para os infames saltos finos italianos da década de 50.

Tipos

Estilos de calçados variam de formal a atlético. O material do sapato e a altura do salto muitas vezes determinam o tipo de sapato e a sua função. Segundo a Wikipedia, os vários tipos de sapato incluem: tamancos, plataformas, sandálias, sapatos, botas, chinelos, calçados para banho, tênis, ortopédicos, de dança, alpergatas, mocassins, oxfords, bombas e balmorals.

Considerações

A evolução dos calçados de mocassins ao salto alto,contém vários momentos-chave de inovação e fino artesanato. A maior parte da fabricação de calçados em meados de 1800 foi feita usando as mesmas ferramentas antigas de sapataria com pouquíssimas modificações.

Sapateiros americanos foram importantes inovadores na história do sapato. Muitos destes notáveis artesãos melhoraram o design europeu e criaram máquinas para produção de calçados em massa. Lyman Blake criou uma máquina para costurar peças de calçados com eficiência. Gordon McKay melhorou seu aparelho original usado para fixar as solas dos sapatos a parte superior. Segundo a Paynesville Historical Society, no início do século 18, John Adams Dagyr criou a primeira fábrica de calçados na América. Jan Matzlenger criou uma máquina que poderia produzir mais de 700 calçados por dia. Ele recebeu uma patente para esta tecnologia em 1883.

Não perca

Referências

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível