Tecnologia

A importância dos robôs

Escrito por jason chavis | Traduzido por gabriel medinat

Os robôs na antiguidade e através da Idade Média foram utilizados principalmente para o entretenimento. No entanto, o século 20 contou com um "boom" no desenvolvimento de robôs industriais. Através do século, os robôs mudaram a estrutura da sociedade e permitiram condições mais seguras de trabalho. Além disso, a implementação da robótica avançada no ramo militar e espacial mudou a paisagem da defesa nacional e a exploração espacial. Robôs também têm sido influentes nos meios de comunicação e rentáveis para os fabricantes de brinquedos.

Outras pessoas estão lendo

História

Os robôs começaram como entretenimento para a realeza. Inventores, como Al-Jazari e Leonardo Da Vinci, trabalharam na construção de autômatos para seus benfeitores. Al-Jazari construiu uma banda flutuante que se assemelhava a seres humanos e executou várias canções e batidas de bateria que dependiam da programação de uma série de estacas. Da Vinci criou um autômato baseado na armadura do cavaleiro. Poderia levantar e mover seus braços e pescoço, bem como abrir a boca. Foi em 1961 -- quando um inventor chamado George Devol instalou seu robô, Unimate, em uma fábrica da General Motors em Trenton, New Jersey -- que foi tentada a primeira utilização industrial moderna do robô. O Unimate iria levantar pedaços de metal cortados e empilhá-los para os trabalhadores humanos. Este desenvolvimento mudou a dinâmica da robótica e a trouxe ao mercado de trabalho, tornando-se fundamental para uma empresa.

Significado

A indústria se beneficiou drasticamente com a expansão de uma força de trabalho robótico. Máquinas automatizadas assumiram os deveres dos trabalhos perigosos e banais dos seres humanos, permitindo maior produtividade. Pelo fato dos robôs nunca cansarem, turnos extras foram adicionados para as fábricas. Os agricultores aproveitaram a nova tecnologia com colheitadeiras automatizadas, a indústria de eliminação de resíduos implementou robôs em alguns de seus trabalhos mais sujos e os benefícios da indústria médica com os avanços em cirurgias assistidas. A ideia de uma fábrica sem trabalhadores humanos vem sendo concretizada. A IBM possui uma fábrica no Texas completamente composta por robôs totalmente autônomos que fazem teclados. O Exército lançou vários programas em tecnologia robótica, a maioria com sucesso nos veículos não tripulados de reconhecimento aéreo. Predator e Reaper permitem que um piloto controle o robô a partir de grandes distâncias. Os veículos podem fazer vigilância de alta altitude por longos períodos sem a necessidade de um piloto na nave e quando necessário, os aviões podem lançar pequenos ataques contra alvos em zonas que as aeronaves normal não podem operar.

Características

A principal posição dos Robôs na sociedade está em sua capacidade de ajudar os seres humanos, assumindo os postos de trabalho que são sujos, sem brilho ou perigosos. Além das fábrica, os robôs têm sido fundamentais na exploração do espaço e na execução de outras tarefas que seriam impossíveis para os seres humanos realizarem. O rovers Spirit e Opportunity Mars duraram anos a mais do que a NASA previa e permaneceram na missão muito além do tempo que qualquer missão tripulada poderia ter funcionado. A sonda Deep Impact, que colidiu com um cometa, literalmente, funcionava com uma capacidade impossível para os seres humanos. O local de desastre de Chernobyl, contém níveis de radiação que matariam qualquer ser humano. Como tal, o robô Pioneer foi desenvolvido para se introduzir nos restos das construções para abordar sua estabilidade estrutural. Além disso, o Dante II foi utilizado para estudar as erupções vulcânicas, que são impossíveis para os seres humanos investigarem.

Considerações

Os robôs têm uma grande importância nos meios de comunicação, entre o nosso fascínio com a robótica da vida real e os seus homólogos de ficção. O primeiro exemplo de um robô em um filme foi no longa de Fritz Lang, "Metropolis". Ele introduziu o conceito de um funcionamento autônomo programado para agir como um ser humano. Robôs apareceram com frequência ao longo do século seguinte em filmes como "Planeta Proibido" e programas de televisão como "Star Trek". Provavelmente a mais famosa dupla de robôs são C-3PO e R2-D2 do filme "Star Wars". Os personagens trouxeram uma atitude humanista à imagem anteriormente seca de robôs. No cinema moderno, os robôs têm retratado heróis e vilões, ambos elaboradamente sofisticados e cruamente simplistas. As máquinas de destaque em "O Exterminador do Futuro" têm mantido uma influência muito assustadora, mas fascinante sobre a cultura da robótica.

Equívocos

A robótica moderna está presente em toda a sociedade, do gravador de DVD em um computador ao micro-ondas na maioria das cozinhas americanas. A invenção do microprocessador, em 1971, informatizou praticamente todos os aparelhos e ferramentas usados em uma casa moderna. Torradeiras e fornos utilizam microprocessadores com sensores de controle para reduzir a probabilidade de incêndios, enquanto que telefones celulares implementaram a memória virtual para aumentar a interação. A maioria das lojas de brinquedos agora têm centenas de robôs para uso educacional e de entretenimento. Com a introdução do "Furby" na década de 1990, os robôs com inteligência artificial limitada tornaram-se uma explosão para o mercado, gerando grandes quantidades de receita em uma robótica simples pronta para consumo.

Mais galerias de fotos

Comentários

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível

Direitos autorais © 1999-2014 Demand Media, Inc.

O uso deste site constitui plena aceitação dos Termos de Uso e Política de privacidade de eHow. Ad Choices pt-BR

Demand Media