Lições sobre recursos não renováveis ​​para alunos do quinto ano

Escrito por angela ogunjimi | Traduzido por deise ferreira
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Lições sobre recursos não renováveis ​​para alunos do quinto ano
Faça conceitos ambientes ganharem vida com atividades práticas (Jupiterimages/Comstock/Getty Images)

Os recursos não renováveis ​​são as fontes de energia que não podem ser substituídas ou que de fato são substituídas muito lentamente por processos naturais que as pessoas não podem controlar. Os principais tipos de recursos não renováveis ​​incluem combustíveis fósseis, como petróleo, gás natural e carvão. Eles são feitos pela decomposição de plantas e animais durante longos períodos de tempo. A maior parte do mundo depende de combustíveis fósseis. No entanto, os recursos são utilizados muito mais rápido do que eles são produzidos. É aí que residem inúmeras lições para os alunos do quinto ano.

Outras pessoas estão lendo

O grande caça ao tesouro da energia

Compreender os recursos não renováveis ​​começa com uma lição sólida sobre o que é energia e como ela é utilizada. Os alunos devem aprender as diferentes fontes de energia, incluindo todos os recursos renováveis, como do sol, da água, da madeira, a eólica, da biomassa, a geotérmica e a das marés do oceano, e também as fontes não renováveis, como a do carvão, o gás natural, petróleo e as nucleares. A mensagem a ser dada é que os recursos não renováveis ​​fornecem a maioria das necessidades de energia do mundo, porque os cientistas e engenheiros criaram formas de transformar esses recursos em larga escala para atender às necessidades do mundo. O desafio que enfrentamos agora é sobre como aproveitar eficazmente os recursos renováveis ​​em grande escala. Comece com uma caçada simples projetada para os alunos procurarem pela escola ou em suas casas para saber como a energia é utilizada. Torne o jogo mais desafiador, excluindo fontes típicas, como o fogão, geladeira e televisão.

Lições sobre recursos não renováveis ​​para alunos do quinto ano
Um biscoito com gotas de chocolate pode ajudar em uma atividade bem interessante (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

A mina de carvão de biscoitos com gotas de chocolate

Para levar para casa o conceito de recursos não renováveis, use uma atividade como a mina de carvão de biscoitos com gotas de "chocolate". Comece explicando o que é carvão é como ele é extraído da crosta terrestre ao longo do processo de mineração, preparado e depois convertido para a energia. Então, crie um experimento em que seus grupos de alunos sejam os mineiros de carvão que devem fornecer um novo projeto de edifício com pelo menos 50 pedaços de carvão para ser executado por um ano. Dê a cada grupo pelo menos cinco biscoitos e um conjunto de palitos de dente, o seu equipamento de mineração. Explique que o biscoito é como a superfície da Terra. Peça-lhes para estimarem quanto tempo demorará para extrair a quantidade necessária de pedacinhos de carvão (representados pelas gotas de chocolate). Dê-lhes cerca de metade dessa quantidade: O contrato de mineração deles expira dentro desses minutos por causa de preocupações com a saúde e segurança. Quando eles tiverem extraído os biscoitos, peça-lhes para darem uma olhada nele e descreverem o impacto da mineração de pedaços de "carvão" na Terra. Dê tempo para que eles possam debater maneiras de deixar as gotas sem tantos danos.

Estufa em uma jarra

Explique que os combustíveis fósseis contêm carbono e quando eles são processados ​​para a energia produzida, eles emitem gases de efeito estufa. Isso pode levar a um processo em que o calor fica preso na atmosfera. Os cientistas acreditam que a atividade humana está aumentando a quantidade de gases de efeito estufa e que está levando à mudança climática global. Em outras palavras, o mundo está esquentando. A estufa em uma jarra é uma atividade para ilustrar esses conceitos. Dê um termômetro para cada grupo de alunos para registar a temperatura no ar. Explique como gases de efeito estufa funcionam e então eles têm que colocar o termômetro dentro de uma jarra transparente, selá-la e colocá-la na janela para receber luz solar. Espere pelo menos três minutos e, em seguida, registre a diferença de temperatura. A atividade mostra como o ar muda quando o termômetro é exposto por causa das diferentes temperaturas de circulação de ar, sendo que o ar no frasco não pode circular e, assim, ele permanece na luz do sol e fica cada vez mais quente.

O forno de caixa de pizza

Também é importante ensinar as alternativas aos recursos não renováveis juntamente com suas vantagens e desvantagens inerentes. Fazendo um forno solar a partir de uma caixa de pizza pode demonstrar como os alimentos podem ser cozidos sem o uso de recursos não renováveis. Além da caixa de pizza, você precisará de folhas de papel alumínio, cartolina preta, plástico, fita adesiva e barbante. Cole as folhas nos espaços de dentro e faça uma aba na parte superior da caixa por meio do qual você colocará o alimento. Também coloque folha na aba interna e coloque o papel de construção preto para cobrir a parte inferior da caixa. Estenda plástico por cima da abertura da caixa, selando as extremidades com fita adesiva. Leve a caixa para o lado de fora, onde haja luz solar, que deve estar mais quente do que 15 graus. Coloque comida em um pedaço de papel alumínio e coloque através da aba. Use cordas e fita adesiva para amarrar e ajustar o refletor de modo que a luz solar seja refletida no forno, e, especialmente, sobre a forma de bolo. Deixe a comida cozinhar e cheque o ângulo refletor de vez em quando até certificar-se de que a luz solar esteja estrando dentro do forno. Use algo simples para cozinhar como uma salsicha. Deixe os alunos discutirem a praticidade e o tempo envolvido no uso de uma fonte renovável de energia para cozinhar alimentos.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível