Como modular no piano usando o ciclo de quintas

Escrito por lee johnson Google | Traduzido por evelyn lima
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como modular no piano usando o ciclo de quintas
Ao avançar no ciclo de quintas, as escalas ganham mais sustenidos ou bemóis (Thinkstock Images/Comstock/Getty Images)

Aprender a modular em torno do ciclo de quintas no piano pode evitar que você fique preso na tecla errada e precise improvisar saídas atrapalhadas. O ciclo de quintas é um arranjo circular que percorre os quintos graus das escalas de cada nota do piano e retorna ao ponto inicial. Ele pode ser muito útil ao modular, permitindo também que você faça saltos entre as diferentes alturas usando as quintas intermediárias.

Nível de dificuldade:
Moderado

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Toque a escala de dó maior no piano (dó, ré, mi, fá, sol, lá, si e dó naturais), contando as notas a começar pelo grau I, dó. Você perceberá que o quinto grau desta escala equivale à nota sol. Se você agora tocar a escala de sol, e depois a escala referente ao quinto grau desta, e assim por diante, eventualmente retornará ao tom de dó. Atente para a construção das escalas.

  2. 2

    Crie uma progressão de acordes no tom de dó maior. Os acordes principais nesta progressão são os de dó, fá e sol. Alternar entre tons vizinhos no ciclo de quintas é mais simples do que entre tons que não estejam diretamente conectados. Escolha um tom para o qual você deseje modular e tenha em mente que você deve chegar ao sétimo acorde do quinto grau da nova escala. O sétimo acorde é montado a partir do sétimo grau da escala.

  3. 3

    Transforme um acorde de C em um C7 para ir para o tom de fá maior. Procure por uma nota em comum entre o seu tom inicial e o novo acorde. Lembre-se, quando estiver percorrendo o ciclo de quintas no sentido anti-horário, o quinto acorde é o acorde homônimo ao do tom em que você está. Desta forma, você pode simplesmente substituir a nota dó mais alta no acorde de dó maior por um si para obter um acorde com sétima. Mude para fá depois disto para completar a modulação.

  4. 4

    Use um acorde como pivô para chegar a outro tom. Por exemplo, se você estiver percorrendo o ciclo de quintas no sentido horário para chegar ao tom de sol, você precisa achar um acorde comum a ambos os tons. Lá menor é o acorde da sexta (que é sempre um acorde menor) na escala de dó maior, e da segunda (também sempre um acorde menor) na escala de sol maior. Mude de dó para lá menor. Agora, você tem um "pivô" que lhe permite alterar o tom para sol. Alternando do acorde do segundo grau de sol (lá menor) para o acorde da quinta com sétima, D7, você pode migrar para sol.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível