Como particionar corretamente discos rígidos em sistema Raid 0

Escrito por ellis davidson | Traduzido por thiago andre scarani
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como particionar corretamente discos rígidos em sistema Raid 0
Para usar RAID, os discos rígidos devem estar formatados adequadamente (hard disk image by shortest day from Fotolia.com)

O RAID e o particionamento são dois métodos de criação de unidades lógicas que possuem tamanhos diferentes dos discos rígidos que as armazena. Só existe uma forma correta de particionar discos corretamente para o uso com RAID.

Outras pessoas estão lendo

Partições de disco rígido e RAID

O particionamento é um tipo de reformatação do disco rígido, que o prepara para ser usado como um ou mais "discos lógicos". Os discos lógicos são as unidades que o sistema operacional compreende, ou seja, as que você efetivamente usa. O disco rígido as armazena.

A título de comparação, imagine um terreno grande e vazio, que se planeja usar para construir casas e plantações. As casas e plantações são o "sistema operacional" e os "aplicativos", mas antes de construí-los, é preciso dividir a terra em partições, que determinam onde serão feitas as casas e onde ficarão as plantações. Se você quiser mover as plantações novamente, será preciso fazer uma nova divisão, que pode ser muito inconveniente se for preciso derrubar casas para plantar mais.

A maior parte dos discos rígidos já é vendido particionado, com uma única partição lógica que ocupa todo o espaço da unidade física. Muitos sistemas operacionais também usam pequenas partições ocultas para uso interno, que podem ser vistas através de utilitários de disco de baixo nível, mas como este espaço está sempre ocupado, do ponto de vista do usuário, é mais simples pensar nelas como espaço ocupado, e não como partições utilizáveis.

É possível dividir um disco físico em duas ou mais partições lógicas: Por exemplo, um disco físico de 500 gigabytes pode ser particionado em uma seção de 300 gigabytes e outra de 200. Geralmente, este tipo de partição é criado para se separar o sistema operacional da unidade de armazenamento de dados. Ambas estão armazenadas no mesmo disco, mas para o sistema operacional, são duas unidades distintas.

O RAID, por outro lado, inverte esta fórmula: Uma formatação RAID cria uma "superpartição" que ocupa várias unidades físicas. O RAID 0, por exemplo, pode usar quatro discos rígidos de 500 gigabytes e fazer com que pareçam ser uma única unidade lógica de dois terabytes (4 x 500 = 2.000 gigabytes, ou dois terabytes).

Particionando um drive RAID

O RAID combina vários discos rígidos e, como tal, há uma única maneira de particioná-los: como uma única partição, uma única unidade lógica por disco físico. Alguns sistemas RAID permitem que você crie um RAID usando múltiplas partições do mesmo disco físico, mas essa operação não faz sentido, pois o RAID foi feito para utilizar vários discos rígidos.

Porém, após aplicar um sistema RAID em vários discos, eles aparecerão para o sistema operacional como uma única unidade lógica que, por sua vez, pode ser particionada. Então, você pode ter quatro discos rígidos de 500 gigabytes, que você deve particionar como uma única unidade. O sistema RAID 0, então, cria uma única unidade lógica de dois terabytes e, se você desejar, é possível dividir essa unidade em uma unidade lógica de um terabyte e mais duas de 500 gigabytes, ou qualquer outra combinação que preferir.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível