O processo de derretimento do vidro

Escrito por nora zavalczki | Traduzido por rafael assis
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
O processo de derretimento do vidro
O vidro é um material sólido que possui um alto ponto de fusão (Jupiterimages/Creatas/Getty Images)

O vidro é mais frequentemente usado na fabricação de cristais, lentes óticas e artigos de arte. Os produtos feitos com este material são fabricados pelo derretimento do vidro usando técnicas como o processamento, fundição e sopro. O ponto de derretimento do vidro depende da composição do material e é normalmente superior a 1.400 °C. Existe disponível um vidro que derrete a temperaturas mais baixas, mas este tipo é raramente usado em produções de cristais e objetos de arte em massa.

Outras pessoas estão lendo

Ponto de fusão do vidro

O ponto de fusão do vidro está tipicamente entre 1.400 e 1.600 °C, dependendo das substâncias que o compõe nas concentrações existentes neste material. Na maioria das vezes, o vidro é feito de sílica ou quartzo, carbonato de sódio e carbonato de cálcio ou calcário.

Ponto de fusão da sílica vítrea

Sílica vítrea é o nome usado para o vidro feito de quartzo fundido, também conhecido como sílica fundida. O quartzo fundido é sólido à temperatura ambiente e se liquefaz à temperaturas entre 1.600 e 1.700 °C. Este material varia de viscosidade no ponto em que o vidro está fundido e pode ser prensado, soprado ou moldado. O vidro feito somente de sílica é raro e difícil de ser trabalhado devido ao seu alto ponto de fusão. Deste modo, a sílica é sempre misturada a outros químicos que diminuem o ponto de fusão.

Adicionando carbonato de sódio

O carbonato de sódio, também conhecido como Na2CO3 é adicionado à sílica fundida para reduzir a temperatura de fusão do vidro. Este composto químico é um agente de fundição que possui um ponto de fusão menor do que a sílica fundida. Um composto que contém 25 por cento de Na2CO3 e 75 por cento de sílica fundida possui um ponto de fusão muito mais baixo do que a sílica fundida por si só: 850 °C.

Adicionando calcário

O vidro que contém sílica fundida e carbonato de sódio é solúvel em água e, por isso, outro químico é adicionado. O calcário é feito principalmente de carbonato de cálcio, que é um químico com a fórmula CaCO3. O carbonato de cálcio possui um ponto de fusão próximo dos 825 °C e é adicionado ao quartzo fundido e ao carbonato de sódio para tornar o vidro insolúvel na água e também melhorar a sua aparência. Alguns fabricantes de vidro substituem o calcário pela cal viva ou pelo óxido de cálcio. A porcentagem de calcário ou cal, quartzo fundido e carbonato de sódio que é adicionada ao vidro varia de acordo com cada fabricante e isto causa variações no ponto de fusão entre tipos diferentes de vidros disponíveis. Por exemplo, um composto que tem uma concentração mais alta de quartzo fundido se funde à temperaturas mais altas, próximas dos 1.600 °C.

Outras propriedades do vidro

O vidro é um material sólido e quebradiço, mas possui uma alta resistência à tração — cerca de cinco vezes a do aço. O material pode ser transparente ou fosco. O vidro possui um baixo coeficiente de expansão, o que significa que ele não sofrerá alterações de volume ao ser exposto a temperaturas extremas. Isto faz dele um material ideal para janelas e outras aplicações óticas.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível