Queimaduras na pele e radioterapia

Escrito por m. gideon hoyle | Traduzido por marcella narvaes
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

A radioterapia é uma técnica comumente usada no tratamento de vários tipos diferentes de câncer. Isso envolve a aplicação controlada de energia de raios-x no local de um tumor cancerígeno, e pode ser utilizado tanto internamente quanto externamente. Quando a radioterapia é aplicada externamente, corre-se o risco de haver queimaduras na pele, bem como outras alterações.

Outras pessoas estão lendo

Compreendendo as queimaduras relacionadas à radioterapia

Se você se submeter a uma radioterapia externa, provavelmente será tratado diversas vezes por semana, por um período de várias semanas. Durante cada tratamento individual, seu terapeuta de radiação usará uma máquina grande especializada para o uso da radiação de raio-x na área do câncer. Esta radiação quebrará e matará as células cancerígenas individuais e reduzirá ou limitará o tamanho total do tumor. Tanto quanto possível, o terapeuta de radiação limitará o feixe de tratamento para as células cancerígenas, mas, inevitavelmente, as células saudáveis da pele também serão afetadas.

A American Cancer Society cita várias queimaduras comuns relacionadas às alterações da pele causadas pela terapia de radiação externa. Essas incluem inchaço, bolhas, vermelhidão, irritação e um escurecimento semelhante ao bronzeamento. À medida que o tratamento progride, sua pele também pode começar a descamar, coçar ou descascar. Normalmente, esses sintomas persistem durante a terapia e desaparecem nas semanas seguintes ao término do tratamento. Em alguns casos, a cura pode demorar mais e quaisquer alterações em sua cor de pele podem tornar-se permanentes.

Alívio de queimaduras de pele

Há vários métodos disponíveis para lidar com as queimaduras da pele durante a radioterapia. Comece resistindo a qualquer impulso de coçar ou cutucar as áreas afetadas. Se você deseja aliviar seu desconforto com o uso de loções, pomadas ou qualquer produto similar, certifique-se de falar com seu médico primeiro. Muitos produtos para a pele aumentarão o nível de irritação e, em alguns casos, também podem alterar os efeitos da dose de radiação. Você também precisará evitar a utilização desses produtos não aprovados por várias semanas após o término do tratamento. Além disso, evite qualquer tratamento térmico, a menos que receba aprovação específica para usá-los.

Ao banhar as áreas afetadas da pele, certifique-se de que a água usada esteja morna. Pergunte ao seu médico sobre sabonetes suaves adequados e lembre-se de não esfregar a área a ser tratada. Isso pode irritar a pele e apagar as marcas usadas para guiar o terapeuta de radiação.

Evite usar roupas apertadas sobre a pele. Certifique-se também de manter a área tratada fora da luz direta do sol. Se você não pode evitar a exposição ao sol, certifique-se de utilizar um vestuário que o proteja. Normalmente, você precisará continuar a evitar a luz do sol por pelo menos um ano após o tratamento. Você também precisará evitar bronzeamentos artificiais durante este tempo.

Se seu tratamento afeta uma parte do corpo que você precisa depilar, verifique com seu médico antes de prosseguir. Como regra geral, você deve evitar quaisquer produtos usados antes ou após a depilação, bem como depiladores químicos.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível