Suplementos para melhorar a displasia de quadril em cães

Escrito por shara jj cooper Google | Traduzido por mariana de mello andré scarani
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Suplementos para melhorar a displasia de quadril em cães
Vários suplementos podem ajudar a aliviar os sintomas da displasia de quadril (Fish oil vitamins image by Stephen VanHorn from Fotolia.com)

A displasia de quadril canina é uma forma dolorosa de artrite que afeta muitos cães de raças de grande porte. A articulação do quadril é composta por uma esfera e um soquete, e os cães displásicos possuem articulações cujas esferas e soquetes não encaixam corretamente. Eles se esfregam, fazendo o cão ter artrite na articulação do quadril. Os cães começam a apresentar sinais de displasia de quadril entre seis e 18 meses de vida, mas a maioria não é diagnosticada até que sua idade seja mais avançada e os sintomas sejam mais óbvios. Esta condição é primariamente genética, mas os especialistas costumam recomendar suplementos para aliviar os sintomas.

Outras pessoas estão lendo

Vitamina C

Estudos em cães com displasia de quadril descobriram que tratá-los com vitamina C proporciona melhoras em suas condições. Os estudos usaram Ester-C, uma marca de vitamina C que é facilmente metabolizada por cães e é enriquecida com cálcio. Um estudo norueguês mostrou uma melhora de até 75% em uma semana, enquanto outro estudo, feito em Utah, mostrou que a vitamina C reduziu o desconforto em cães com condições inflamatórias, como a displasia de quadril. Eles viram uma melhora de 78%, com quatro a cinco dias de tratamento.

A vitamina C é importante para as funções dos ossos e das cartilagens. Sua suplementação é considerada útil, pois os cães a sintetizam, mas não em quantidade suficiente para aliviar seu problema.

O estudo de Utah usou quantidades variáveis de vitamina C, mas o estudo norueguês usou 30 mg/kg do produto, três vezes por dia, por seis meses. Os estudos mostraram que a vitamina C não é uma cura, e quando a suplementação foi interrompida, os sintomas pioraram.

Óleo de peixe

O óleo de peixe contém ácidos graxos essenciais, como os Ômega 3. Pesquisas mostram que as inflamações das articulações melhoram com a suplementação com ácidos graxos. Muitos suplementos deste tipo estão disponíveis para cães, e alguns deles possuem vitamina E em sua fórmula, pois os cães que consomem óleo de peixe regularmente costumam exibir sinais de deficiências de vitamina E.

O óleo de peixe é um ingrediente natural nas dietas caninas, e é benéfico para outros problemas, como os de pele e as doenças do coração. Por isso, é um suplemento natural para cães.

Siga a dosagem recomendada para o tipo de suplemento que comprar. Os cães costumam consumir entre 1.500 e 2.000 miligramas de ácidos graxos Ômega 3 por dia, mas a quantidade pode variar de acordo com o tamanho do cão.

Glucosamina e condroitina

A glucosamina e a condroitina são dois suplementos que têm sido usados para tratar a artrite em pessoas e cães há muitos anos. A glucosamina é uma peça do processo de fabricação de cartilagem nova, enquanto a condroitina reduz a velocidade das enzimas que quebram as cartilagens antigas. As articulações do quadril dos cães estão entre as mais ativas de seus corpos, então elas sofrem muito desgaste. Acredita-se que esses suplementos reduzam esse desgaste articular.

Na Europa, esses dois suplementos têm sido usados há mais de 20 anos, sem relatos de efeitos colaterais. Siga as instruções do tipo de suplemento que comprar, mas de modo geral, os cães tomam doses mais altas por oito semanas para obter os resultados, e então começam a tomar uma dose menor, de manutenção. Este suplemento não é uma cura, e o cão terá que tomá-lo por toda a sua vida.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível