Tipos de cimento de ionômero de vidro

Escrito por john shields | Traduzido por antônio melo
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Tipos de cimento de ionômero de vidro
O cimento de vidro ionómero é um híbrido de cimentos de sílica e de policarboxilato (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

O cimento de vidro ionômero é um híbrido de cimentos de sílica e de policarboxilato, que tem propriedades de ambos. É composto por 42 por cento de dióxido de silício, óxido de alumínio de 29 por cento e 16 por cento de fluoreto de cálcio. Também pode haver vestígios de fosfato de alumínio, fluoreto de alumínio e fluoreto de sódio. Estes elementos são fundidos em conjunto com um fluxo de fluoreto a temperaturas de até 1300 graus Celsius durante aproximadamente duas horas. O vidro fundido resultante é vertido e pulverizado em pó. A forma da composição do cimento de ionômero de vidro pode ser misturado em água, não misturado em água ou uma combinação dos dois.

Outras pessoas estão lendo

Misturado em água

Misturado em água, também conhecido como endurecido em água, o vidro cimento ionômero é criado pegando poliácidos (geralmente poliacrílico ou polimaléico), liofilizando-os ou secando-os a vácuo e incorporando-os na mistura de pó comum. Isto é tradicionalmente feito a fim de maximizar a vida útil do cimento ionômero de vidro, bem como para reduzir a sua viscosidade. A redução de viscosidade faz com que o cimento torne-se mais fácil para manusear. O líquido utilizado nesse processo é água destilada ou uma solução aquosa de ácido tartárico.

Não misturado em água

O cimento de ionômero de vidro não misturado em água pode utilizar uma variedade de diferentes líquidos ao invés de água. Estes são tipicamente poliacrílico, polimaleico, itacónico ou tartárico. Estas substâncias são muito mais viscosas do que o misturado em água. Eles também são mais suscetíveis do que as versões misturadas para expor a gelificação do seu líquido como resultado da ligação de hidrogénio entre cadeias de ácidos. Isto significa que as versões puras têm uma vida útil mais curta do que suas contrapartes de misturadas em água. A refrigeração dessas substâncias torna-as muito viscosas para o uso. Devem, portanto, ser mantida à temperatura ambiente ou mais quente

Híbridos

Alguns cimentos de ionômero de vidro são híbridos de variedades de misturados em água e de não misturados. Estes são compostos de pós que contêm ácido poliacrílico desidratado e líquidos, que incluem ácidos poliacrílicos e tartáricos. Eles, assim, apresentam a vida de prateleira e tendências para o gel dentre os cimentos de ionômero de vidro misturados em água e não misturados.

Baseados na classificação de uso

Existe uma outra maneira de classificar os cimentos de ionômero de vidro com base em como eles são usados. Os do Tipo 1 abrangem cimentos convencionais que contêm partículas de vidro entre 0,0013 e 0,0019 cm de diâmetro. Os de Tipo 2 são cimentos restauradores contendo partículas de vidro até 0,005 cm de diâmetro. O Tipo 3 abrange os forros quimicamente definidos, bases ou poço e formas de fissura. Por fim, o tipo 4 cobre forros e bases ativados por luz visível.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível