×
Loading ...

Os dois tipos de intemperismo mecânico orgânico

Atualizado em 23 março, 2017

O intemperismo ocorre quando as rochas são quebradas em pedaços menores. Já o intemperismo orgânico ocorre quando o agente causador é um ser vivo. O intemperismo mecânico -- também comumente referido como intemperismo físico -- ocorre quando as rochas são quebradas fisicamente em vez de através de um processo químico. Os dois tipos básicos de intemperismo orgânico são intemperismo mecânico por ação de plantas e por ação de animais.

A separação de rochas por ação de raízes de plantas é uma forma comum de intemperismo mecânico orgânico (Hemera Technologies/AbleStock.com/Getty Images)

Plantas

Árvores e plantas comumente intemperizam materiais terrestres em um processo chamado de efeito cunha. Isso ocorre quando a raiz cresce em uma rachadura já existente em uma rocha. Conforme a raiz cresce, ela cria uma pressão no rachadura e, finalmente, fica tão grande que amplia a rachadura -- e, às vezes, quebra a rocha totalmente. Além disso, pequenas plantas, como gramíneas que frequentemente crescem nessas rachaduras, também quebram as rochas. Esse processo é comumente visto em calçadas com pouco uso.

Loading...

Animais e pessoas

Animais comumente quebram rochas e o solo em pedaços menores. Animais escavadores, como toupeiras e alguns vermes, frequentemente "lixam" as rochas e o solo porque movem pequenos pedaços de rocha uns contra os outros, sendo esse processo conhecido como bioturbação. Além disso, animais de grande porte muitas vezes quebram o solo simplesmente ao caminhar. Os seres humanos estão envolvidos no intemperismo mecânico orgânico quando executam projetos de construção de grande escala. Até mesmo crianças atirando pedras em um córrego podem causar um desgaste mecânico, já que as pedras quando atiradas muitas vezes causam rachaduras e quebraduras.

Líquenes

Embora os líquenes estejam envolvidos principalmente em intemperismo químico, eles também meteorizam rochas por processos mecânicos. Eles contêm estruturas parecidas com raízes, chamadas de rizinas. Os líquenes usam as rizinas para penetrar nas rachaduras das rochas e fixarem-se. Isso pode quebrar as pedras em um processo não muito diferente do efeito cunha, ocorrendo simplesmente em uma escala menor. Esse é um tipo de desgaste mecânico orgânico que muitas vezes afeta grandes rochas não suscetíveis a outras formas de desgaste mecânico orgânico.

Líquenes e o slaking

Líquenes também ajudam a intemperar rochas mecanicamente ao, inadvertidamente, auxiliar o processo de intemperismo físico conhecido como "slaking". O slaking ocorre quando as rochas alternam estágios de umidade e desidratação. À medida que o número de moléculas de água entre os grãos da rocha aumentam, esses grãos são pressionados com uma força crescente. Já que os líquenes são capazes de absorver grandes quantidades de água, eles frequentemente exacerbam os efeitos do slaking nas superfícies rochosas em que crescem.

Loading...

Referências

Loading ...
Loading ...