Como tirar medidas para cortinas personalizadas

Escrito por ehow contributor | Traduzido por bruno belli sinder
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como tirar medidas para cortinas personalizadas
Cortinas podem mudar o visual de um ambiente (Comstock/Stockbyte/Getty Images)

As cortinas são essenciais para muitos cômodos, seja para ajudar a bloquear a luz ou simplesmente por questões decorativas. Embora elas sejam a opção mais comum (e uma das melhores maneiras de dar carisma, cor e vivacidade ao ambiente), elas continuam sendo vistas como problemáticas por muitos. Aqui vão alguns pontos para ajudá-lo a medir e encomendar suas cortinas corretamente. Não é tão difícil quanto você imagina, pode ter certeza!

Nível de dificuldade:
Moderadamente fácil

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Tecido
  • Papel
  • Lápis/caneta
  • Fita métrica

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Escolha um estilo de cortina. Uma cortina nunca é apenas uma cortina - você tem escolhas a fazer. Existem diversos estilos diferentes. Os mais comuns são: com presilha (cortinas com laços costurados no topo que se prendem ao varão), com argolas (cortinas com argolas na parte de cima por onde passa o varão) ou cortinas plissadas (existem diversos tipo de plissado, como por pressão ou por encaixe). Plissados dão à cortina uma imagem mais cheia e pomposa, visto que usa-se o dobro (ou mais) de tecido para cobrir a janela do que com uma cortina normal (o tecido é agregado, apertado ou dobrado em intervalos iguais para criar volume). Temos, então, a questão do comprimento para resolver. Você prefere que sua cortina beije o chão ou que seja um pouco mais longa, de modo a formar uma espécie de atoleiro no piso? Decida também se pretende usar duas camadas de tecido. Em alguns ambientes, como quartos que deixam entrar muita luz ou são voltados para áreas públicas, usar uma combinação de tecidos fino e grosso pode ser uma boa ideia. Tecidos finos ajudam a dar uma certa privacidade sem bloquear muita luz, e tecidos pesados acabam por bloquear toda a luz. Caso esteja procurando por um jeito de bloquear qualquer possibilidade de luz, considere usar um material que escureça por completo, estilo blackout, pois até mesmo os tecidos aparentemente mais grossos podem deixar escapar um pouco de luz. A última coisa a resolver é a ferragem. Você pode escolher usar um varão simples, um mecanismo com cordas que não deixa o varão aparente (comum em hotéis) ou com a ferragem decorada, com varão e argolas embelezadas, prontas para serem admiradas. (Nesse artigo, vamos focar em cortinas que abrem no meio, consistindo de dois painéis. Lembre-se de que você pode adaptar cortinas personalizadas para o seu espaço, optando por apenas um painel, se preferir).

  2. 2

    Tire as medidas. Se você estiver fazendo as cortinas personalizadas, medidas exatas são essenciais para estimar a quantidade necessária. Comece fazendo um desenho da janela em um pedaço de papel - fica muito mais fácil lembrar-se das medidas se você tiver um registro do que é o que. Primeiro, meça a abertura da janela, a largura e o comprimento. Depois, meça o espaço entre o topo da janela e o teto, além do espaço entre a parte de baixo da janela e o chão. Meça também o espaço de parede em cada lateral da janela.

  3. 3

    Determine a largura da cortina. Isso dependerá de alguns fatores: se você estiver optando por plissados, volume e sobreposições, e que tipo de tecido usará. Se decidiu por cortinas não plissadas, a largura será o comprimento da janela mais a distância que desejar sobrepor. Você pode optar por uma sobreposição na junção dos painéis - de 2 cm a 5 cm por painel é o costume, mas pode fazer com quanto quiser. Você pode optar também por um sobreposição nas laterais para que, quando as cortinas estiverem abertas, elas deixem o vão da janela totalmente livre. Não é necessário, mas, se quiser fazer, a cortina deve ter mais ou menos 1/3 a mais de largura do que o vão da janela. Caso pretenda deixá-la amarrada ou parada, não precisa fazer essa adição. Se optar por plissados, calcule mais tecido - mais ou menos o dobro do comprimento da janela, às vezes até o triplo, se o tecido for muito fino. Você pode sempre decidir deixar sua cortina mais cheia adicionando mais largura. Isso não é necessário, mas, se não quiser que sua cortina fique completamente esticada quando estiver fechada, aumente de 1,5 a 2 vezes o tamanho do vão da janela.

  4. 4

    Determine o comprimento. Em se tratando do comprimente, lembre de três coisas: que tipo de ferragem vai usar, o quanto alto quer que a cortina fique pendurada e até aonde quer que ela chegue no chão. Eu prefiro pendurar a ferragem o mais alto possível. É uma maneira eficaz de chamar a atenção e aparentar que o ambiente é maior. É uma questão de espaço e gosto, só não se esqueça de calcular que o varão e as argolas devem estar altos o suficiente para não serem vistos pelo lado de fora da janela. Planeje colocar o varão de 15 cm a 20 cm acima da janela, caso tenha espaço suficiente. Se não tiver, tente colocar, pelo menos, 3 cm acima da metade do caminho entre a janela e o teto. Em relação à parte de baixo da cortina, eu prefiro que ela simplesmente beije o chão. Se preferir deixar um acumulamento de tecido, calcule de 10 cm a 15 cm extra de tecido no comprimento. Se você estiver fazendo uma cortina com duas camadas, certifique-se de que a camada de dentro é pelo menos 1 cm maior do que a camada de fora. O tipo de ferragem que será usado também é importante. Se for usar um varão com argolas, a medida do tecido deve começar a partir das argolas, enquanto que se escolher usar um varão tradicional, as medidas devem respeitar o limite final do varão. Isso pode acarretar em uma diferença de alguns centímetros, então tenha certeza de colocar o varão no lugar certo na hora de pendurar as cortinas.

  5. 5

    Vamos tentar um exemplo para ajudar. Vamos dizer que temos uma janela com 240 cm de largura e 150 cm de comprimento. O espaço entre a parte de baixo da janela e o chão é de 75 cm. Estamos planejando pendurar a cortina 20 cm acima da janela e deixar o comprimento beijando o chão.

    Para uma cortina com plissado, sobreposição lateral, e uma sobreposição central de 6 cm, teremos as seguintes medidas: Largura: 240 cm x 2 (para o plissado) = 480 cm + 80 cm (da sobreposição lateral) + 6 cm (da sobreposição central) = 566 cm. Essa é a largura total - divida ao meio para chegar à largura de cada painel: 283 cm. Altura: 150 cm + 75 cm + 20 cm = 245 cm. Resultado final: Dois painéis, cada um medindo 2,83 m de largura por 2,45 m de comprimento.

  6. 6

    Calculando a quantidade de tecido. Depois que você tirar todas as medidas, vai precisar saber o quanto de tecido deve encomendar (a não ser que pretenda encomendar com uma empresa de cortinas que faça os pedidos no local). Tecido é normalmente vendido por metro corrido, mas as larguras podem variar drasticamente, então certifique-se da largura do tecido que escolher. Se você escolher um tecido com um padrão, vai precisar levar em consideração a repetição ao encomendá-lo (a repetição refere-se à distância entre o começo de um padrão até o começo do próximo padrão. Quanto mais larga a repetição, mais tecido deverá ser encomendado para garantir que os painéis alinhem-se perfeitamente. É uma boa ideia adicionar mais largura na encomenda para garantir a repetição - leia mais abaixo). Caso você escolha um tecido sem padrão, só será necessário verificar as dimensões alcançadas nos Passos 3 e 4. Vamos usar as medidas do exemplo no Passo 5 como referência e dizer que o tecido tem 140 cm de largura. Você precisa de dois painéis, cada um com 283 cm de largura por 245 cm de comprimento. Como o tecido é vendido por metro corrido, para cobrir 245 cm, vamos precisar comprar 3 metros. Assim, conseguimos um pedaço de tecido longo o suficiente, mas que só cobre 140 cm de largura, e precisamos que cubra 283 cm. Então, vamos precisar encomendar mais 3 metros corridos para cobrir toda a área restante. Isso nos leva a 6 metros corridos por painel - 12 metros corridos para toda a cortina. Se você estiver pensando em uma cortina com padrões, talvez seja necessário encomendar mais 6 metros corridos para garantir a repetição.

Dicas & Advertências

  • Não esqueça de deixar tecido de sobra para as bainhas. Se tiver dúvidas, encomende a mais.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível