Tratamento para a trombose hemorroidária interna

Escrito por meaghan ringwelski | Traduzido por joão melo
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Tratamento para a trombose hemorroidária interna
Tratamento para a trombose hemorroidária interna (Jupiterimages/Stockbyte/Getty Images)

As hemorroidas ocorrem quando as veias ao redor do ânus e reto tornam-se inchadas e inflamadas. Essa condição é muito comum e pode ocorrer em pessoas de todas as idades e de diferentes esferas da vida. As hemorroidas ocorrem em vários graus, a forma mais grave é conhecida como trombose hemorroidária interna e é caracterizada por nódulos dolorosos e rígidos formados por coágulos sanguíneos. Há muitas opções de tratamento para trombose hemorroidária interna que vão desde remédios caseiros não invasivos a procedimentos cirúrgicos.

Outras pessoas estão lendo

Perdendo peso

Pessoas que sofrem frequentemente de trombose hemorroidária interna e que estão acima do peso são aconselhadas a perder peso, a fim de lidar com a doença. O peso adicional coloca pressão sobre as veias sensíveis e em torno do ânus e do reto, essa pressão pode fazer com que hemorroidas se formem. Conforme uma pessoa ganha mais peso — ou mantém o peso extra que já tem — a trombose hemorroidária interna pode se tornar mais grave.

Cremes, pomadas e supositórios para hemorróidas

Cremes e pomadas para hemorroidas são muitas vezes bastante eficazes no tratamento do quadro externo. No entanto, esses cremes não são eficientes para a trombose hemorroidária interna, em vez disso, o uso de supositórios especiais é o método preferido para lidar com a doença. Deve-se notar que tais supositórios, na verdade, não resolvem o problema, eles somente aliviam os sintomas.

Hemorroidectomia

A hemorroidectomia é um procedimento ambulatorial para remover a trombose hemorroidária interna. Ele é geralmente escolhido nos casos em que a condição se mantém recorrente ou quando é muito grave. Um médico corta o tecido ao redor da hemorroida e costura a veia que está causando a trombose. Como resultado, as hemorroidas diminuem. Uma vez que o problema volta em apenas cerca de 5% das vezes, essa intervenção é considerada muito eficaz. O procedimento em si leva apenas duas horas, os riscos são pequenos e incluem infecção, estreitamento do ânus e feridas que não cicatrizam. O paciente pode ser colocado sob anestesia geral ou anestesiado da cintura para baixo.

Escleroterapia

Quando a trombose hemorroidária interna é muito grave, ou quando ela sangra, um procedimento chamado escleroterapia é muitas vezes realizado. Também conhecida como terapia de injeção, a escleroterapia envolve a aplicação via injeção de uma solução especializada para a hemorroida. A solução, chamada esclerosante, endurece as hemorroidas, fazendo com que encolham. Alguns dos riscos mais comuns associados com a terapia incluem queimação, se a injeção é aplicada muito próxima do ânus, reação alérgica, feridas ou infecções. Durante o procedimento — que é realizado em ambulatório e demora de 2 a 3 horas — os pacientes são geralmente colocados sob anestesia local ou a área é adormecida localmente.

Ligadura elástica

Para formas mais leves de trombose hemorroidária interna, um procedimento conhecido como ligadura elástica é frequentemente utilizado. Trata-se de amarrar tiras de borracha pequenas ao redor da base da hemorroida. Dentro de 7 a 10 dias, as hemorroidas diminuem e é formado tecido de cicatriz. Isso normalmente evita recorrência no mesmo local e, portanto, é considerado um procedimento bastante eficaz. A ligadura elástica requer uma breve visita ao médico e um anestésico local é por vezes utilizado na área afetada. Os riscos associados incluem dor devido a ataduras colocadas muito perto do ânus, hemorragia, infecção ou incapacidade de urinar.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível