Como tratar a panleucopenia felina

Escrito por david johnston | Traduzido por elisa lacerda de freitas
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como tratar a panleucopenia felina
Os gatinhos têm menores taxas de sobrevivência à panleucopenia felina, portanto, o tratamento imediato é essencial (Martin Poole/Photodisc/Getty Images)

A panleucopenia felina é uma doença grave e geralmente fatal causada pelo parvovírus felino, que é transmitido de um gato infectado para outro por meio de saliva, fezes, muco, vômito ou urina. O vírus afeta as células de crescimento rápido, como as células do aparelho digestivo e dos sistemas linfático e nervoso, causando uma série de efeitos nocivos. Os sintomas incluem perda de apetite, diarreia, vômito, febre, letargia e muita sede. A única maneira de curar um gato com essa doença é com um tratamento realizado por um veterinário.

Nível de dificuldade:
Moderado

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Aja depressa. A panleucopenia felina pode matar um gato dentro de 24 horas. Se você notar algum dos sintomas em seu gato, há uma possibilidade de que ele tenha contraído a doença.

  2. 2

    Entre em contato com um veterinário ou leve seu gato para uma clínica de animais para receber tratamento imediato. Os tratamentos profissionais incluem injeções de vitaminas, a administração de fluidos e antibióticos, e transfusões de sangue.

  3. 3

    Monitore seu gato após o tratamento. Embora a maioria daqueles que sobrevivem à doença tenha uma recuperação completa, há uma chance de ele desenvolver problemas cardíacos, como cardiomiopatia e miocardite. Se você notar quaisquer sintomas dessas condições, tais como letargia, tosse, febre ou batimentos cardíacos irregulares, leve seu gato a um veterinário imediatamente.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível