Mais
×

Como trocar as cordas de um velho bandolim Gibson

Atualizado em 21 fevereiro, 2017

O bandolim é um instrumento de cordas muito usado na música bluegrass e folk. A Gibson é uma famosa indústria de instrumentos musicais que fabrica bandolins (além de outros tipos de instrumentos) há décadas. Se você tiver um bandolim Gibson antigo, poderá continuar tocando e desfrutando de seu rico som por muito tempo. Para isso, será necessário trocar suas cordas regularmente, pois o encordoamento antigo perderá a qualidade do som devido à poeira, sujeira e oleosidade que se acumula nele.

Instruções

A Gibson é uma das maiores fabricantes mundiais de bandolins (old time country musician 11 image by Paul Moore from Fotolia.com)
  1. Pressione a placa de metal na parte inferior do bandolim para baixo cuidadosamente. Esse movimento deverá retirar a presilha das cordas, revelando onde elas estão presas nessa parte do instrumento.

  2. Afrouxe a primeira tarraxa, a da corda Mi. Essa é a tarraxa de baixo no lado direito do seu bandolim (quando você está olhando para o instrumento). Continue afrouxando-a até conseguir retirar a corda do buraco onde estava presa.

  3. Retire a outra ponta da corda da área de onde você retirou a presilha para as cordas. A outra ponta é feita de um laço de metal feito em torno de um pequeno gancho metálico. Retire o laço do gancho e descarte a corda.

  4. Coloque uma nova corda Mi, enrolando-a em torno do mesmo gancho de metal. Esse será o gancho que se encontra mais à direita. Há ganchos extras à esquerda que estão posicionados horizontalmente, mas você não precisará usá-los, porque eles foram projetados para dar proteção extra para cordas mais antigas, que poderiam escorregar. O desenho das cordas modernas torna desnecessário o uso dos ganchos horizontais.

  5. Tensione a corda até a afinação correta e passe-a corda através do buraco, deixando uma folga de 4 cm.

  6. Atarraxe a corda enquanto mantém uma mão nela para evitar que ela escorregue. Isso enrolará a nova corda em torno da tarraxa. Continue enrolando-a até não ter mais folga.

  7. Toque a corda e veja em seu afinador elétrico qual é a nota que está sendo registrada. Você deve procurar afinar a corda em Mi. Se o afinador ler abaixo de Mi, tensione-a mais, gradualmente, até atingir a nota correta. Se o tom for acima, solte um pouco a afinação até chegar à nota correta.

  8. Repita o processo para as cordas restantes. As notas das outras cordas estão na seguinte ordem, da direita para a esquerda (da mais aguda para a mais grave): Mi, Lá, Lá, Ré, Ré, Sol, Sol. A afinação sempre se repete a cada duas cordas.

Dicas

  • Substitua uma corda por vez, e não retire todas as cordas ao mesmo tempo. Fazer uma de cada vez ajuda a manter uma tensão constante no braço e corpo do bandolim, o que pode ser muito importante para um instrumento clássico que pode ser frágil. Retirar todas as cordas de uma só vez pode entortar ou até rachar a madeira.

O que você precisa

  • Bandolim Gibson
  • Cordas de bandolim
  • Afinador elétrico
  • Alicate para cortar arame
Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article