O que é uma unidade lógica?

Escrito por keith evans Google | Traduzido por diego feijo cabral silva
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
O que é uma unidade lógica?
O que é uma unidade lógica (hard drive image by Efinfoto from Fotolia.com)

À medida que cai o preço das mídias de armazenamento e mais espaço é necessário, alguns usuários podem acabar particionando um disco rígido físico em duas ou mais unidades de armazenamento virtual, conhecidas como unidades lógicas. Embora estas unidades virtuais na realidade residam em uma peça do equipamento de armazenamento físico, elas são colocadas em uso como uma série de unidades de disco menores e separadas. Este artigo explicará como uma unidade física é particionada em vários unidades; alguns dos benefícios do uso de unidades lógicas; alguns falsos conceitos e algumas considerações ao se utilizar essas áreas de armazenamento.

Outras pessoas estão lendo

Função

Quando um novo disco rígido é entregue pelo fabricante e instalado em um computador, ele está livre de qualquer formatação ou outras operações específicas do usuário. Para utilizar a unidade, o usuário precisa primeiro realizar uma formatação física nela (para deixá-la pronta para o funcionamento), e depois uma formatação lógica (para prepará-la para o uso no ambiente operacional desejado e dar suporte às estruturas de arquivo corretas). Quando a formatação lógica é executada, o disco pode ser dividido em vários unidades lógicas. Quando o computador do usuário — ou computadores em rede — conectam-se à unidade, a formatação lógica faz com que ela seja vista como uma série de dispositivos de armazenamento, e não um disco rígido sólido. Embora os dados armazenados no disco se armazenem nos mesmos dispositivos, os computadores que consideram o disco como várias divisões lógicas somente podem acessar as unidades lógicas com as quais eles estejam associados.

Benefícios

A divisão da unidade lógica de armazenamento do computador ajuda a servir a vários objetivos. Os usuários que não queiram misturar os dados — separar os arquivos pessoais dos dados confidenciais de negócios, por exemplo — podem utilizar cada unidade lógica separadamente, quase como se fossem dois ambientes de computação distintos. Os usuários que queiram utilizar dois Sistemas Operacionais (SO) separados, como Microsoft Windows e Linux ou Macintosh OS X, podem instalar um SO em cada unidade lógica, de forma a manter os arquivos incompatíveis separados. Além disso, vários usuários da rede podem conectar-se com a sua própria unidade lógica distinta, mantendo seus dados individuais separados e protegidos de todos os outros usuários (exceto o administrador de rede).

Tamanho

As unidades lógicas são criadas em todos os tamanhos imagináveis. Embora não tenham nenhuma utilidade prática hoje em dia, elas foram criadas em tamanhos tão pequenos quanto um megabyte. A unidade lógica normal do ambiente computacional da atualidade pode ter o tamanho mínimo de cem megabytes (100 MB), mas o tamanho padrão da unidade lógica utilizada nas configurações de sistema da IBM é de cerca de dois gigabytes (2 GB). Segundo a IBM, atualmente o tamanho máximo para uma unidade lógica é de cerca de dois terabytes (2TB).

Identificação

A maneira em que uma unidade lógica é identificada pelo computador do usuário, depende de como essa máquina está acessando a unidade. Em uma típica configuração caseira em que um computador Windows pode estar acessando muitas unidades lógicas, a identificação da unidade é atribuída pela ordem na qual a unidade é mapeada (ao primeiro disco rígido geralmente se atribui a letra C, o próximo disco com a letra D, o próximo, E, e assim por diante). Usuários de Macintosh e Linux/UNIX podem identificar a unidade através de algum nome legível para os utilizadores, tal como "meu disco rígido," "minha segunda unidade de disco," ou "minha unidade amiga." Em uma empresa, thin client ou ambiente grande de rede em que o usuário só tenha acesso a uma única unidade lógica, esta geralmente é considerada a única unidade de armazenamento disponível e é tratada como se fosse uma unidade isolada instalada na máquina (embora os usuários de rede de UNIX ou Macintosh possam ver o nome atribuído a ela pelo administrador da rede).

Considerações

As unidades lógicas podem ser bastante úteis em casa, na rede ou nas aplicações comerciais. No entanto, existem algumas reservas. Como elas são simplesmente partições lógicas em um único dispositivo de armazenamento físico, qualquer problema que o afetar também afetará todas as unidades lógicas que lá residam. Em uma queda de energia, vários usuários podem experienciar uma perda de serviço quando a unidade física ficar indisponível. No caso de um desastre natural, incêndio ou outra perda catastrófica de algum dispositivo físico com várias unidades lógicas, a perda dos dados pode equivaler à perda de vários discos rígidos. Por fim, falhas no disco rígido que normalmente afetam somente um usuário podem criar uma perda generalizada de dados, no caso de muitos usuários utilizarem essa unidade para o armazenamento lógico.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível