Quanto vale uma moeda de dois xelins de 1956?

Escrito por brian adler | Traduzido por liana fernandes
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Quanto vale uma moeda de dois xelins de 1956?
A moeda de dois xelins de 1956 é um exemplo da extinta unidade monetária britânica (Coins of England. image by Petr Gnuskin from Fotolia.com)

A moeda de dois xelins de 1956 é um exemplo da extinta unidade monetária britânica. Antes de fevereiro de 1971, uma libra somava vinte xelins, cada um valendo 12 centavos. A moeda de dois xelins, também conhecida como florin duplo, circulou entre 1848 e 1971. Exemplos restantes da moeda de dois xelins de 1956 são peças altamente colecionáveis, valendo consideravelmente mais do que seu valor imaginário da vigésima parte de uma libra moderna.

Outras pessoas estão lendo

Condição

A condição é um fator primordial para calcular o valor de moedas de dois xelins de 1956. Moedas são avaliadas em uma escala que vai de ruim e regular até excelente e diversas classificações para as não circuladas. Um florin duplo de 1956 em boas condições vale cerca de uma libra (mais de US $1,50) na moeda britânica atual, com exemplos em excelentes condições valendo cerca de três vezes mais. O valor em metal dessas moedas é irrelevante. Embora aparentem ser de prata, elas não contém este metal.

Conteúdo em metal

Peças de um e dois xelins eram originalmente feitas de prata. Desde o século XI até 1920, as moedas britânicas eram feitas de prata esterlina, que continham pouco mais de 92% de prata pura. O restante das moedas era feito de metal básico, para dar resistência. Moedas de dois xelins feitas antes de 1920 continham 10,5 g de prata. Em 1920 a proporção de prata em todas as moedas foi reduzida pela metade. Em 1947, como resultado de exigências orçamentárias pós-guerra, a prata foi completamente eliminada e substituída por uma liga de cobre e níquel.

Face

A moeda de dois xelins de 1956 contém uma gravura da Rainha Elizabeth II na face. O rosto da Rainha é exibido de perfil, virado para a direita. Ela exibe uma coroa de louros na cabeça, à moda dos imperadores ou heróis romanos. A borda deste lado da moeda está circundada pela frase latina "ELIZABETH II DEI GRATIA REGINA", ou seja, "Elizabeth II, Rainha pela graça de Deus".

Reverso

Dominando o reverso da moeda, há uma rosa Tudor, que remete ao símbolo da casa real de Tudor, a família de Henrique VIII, Elizabeth I e outros soberanos ingleses. A rosa está cercada por espinhos, alhos-porós e trevos, os símbolos respectivos da Escócia, País de Gales e Irlanda. Há uma inscrição ao longo da borda que diz: "FID DEF TWO SHILLINGS 1956". As duas primeiras palavras são abreviações de "Fidei Defensor", em latim, "Defensor da Fé", um título real tradicional.

Potencial

Colecionadores buscam os dois xelins de 1956 por seu valor histórico e cultural inerente. A moeda é uma relíquia da cunhagem pré-decimal britânica. O antigo sistema monetário britânico de libras, xelins e centavos, celebrado em histórias e lendas, é reverenciado na psique nacional. Previamente conhecido como "two bob", o florin de dois xelins é regularmente comprado e vendido por fornecedores de moedas e em leilões na internet.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível