×
Loading ...

Adaptações das patas das aves

As aves em todo o mundo variam muito em tamanho, capacidade vocal e coloração, e suas patas não são exceção. Independentemente de elas não voarem, viverem principalmente na água ou caçarem outros animais, suas patas apresentam inúmeras variações na estrutura dos dedos, nas garras e nas membranas. Essas adaptações dos pés são adequadas ao habitat e à dieta do animal.

A pata de um faisão é especialmente adaptada para seu habitat e sua dieta (Jeffrey Hamilton/Photodisc/Getty Images)

Tipos de aves

As aves vivem em vários tipos de habitats e têm necessidades alimentares diferentes. As aves canoras vivem principalmente em árvores e arbustos e comem sementes, insetos pequenos e frutas. Outras aves, como o pica-pau, apoiam-se nas laterais das árvores com suas patas. As aves de rapina capturam suas presas, como pequenos mamíferos, répteis e outros pássaros. As aves aquáticas caçam peixes em corpos d'água grandes ou rasos. Algumas aves não voam e precisam de suas patas para se defenderem.

Loading...

Dedos

Os dedos das aves canoras são adaptados para lhes permitir empoleirar-se com segurança, mesmo durante tempestades e ventanias. Elas possuem patas anisodáctilas com dedos flexíveis, de modo que três deles são voltados para frente e um para trás. Suas patas também dispõem de um tendão que possibilita o equilíbrio do animal e garante que ele permaneça no lugar e não caia quando estiver dormindo. Os pica-paus possuem patas cigodáctilas, com dois dedos voltados para frente e dois para trás, o que facilita a escalada em árvores para procurar insetos. As aves que caminham em águas rasas, como as garças, possuem longos dedos que criam uma área de superfície grande para ajudá-las a transitar em superfícies lamacentas nas margens de lagoas ou córregos.

Membranas

Muitas aves passam a vida toda na água ou perto dela. Por essa razão, suas patas desenvolveram membranas entre os dedos dos pés, cuja pele fina facilita o movimento de remar. Algumas aves, como o corvo-marinho, têm membranas entre os quatro dedos do pé, ou seja, são totipalmados. Os patos são considerados palmados porque somente seus três dedos da frente possuem membranas. Outras espécies são semipalmadas, pois os dedos anteriores são unidos por uma pequena membrana.

Garras

As aves de rapina e algumas espécies que não voam desenvolveram garras afiadas. As corujas, as águias e os falcões dispõem de quatro dedos amplamente espaçados com garras afiadas. Essas adaptações, bem como a textura áspera das patas, facilitam a captura de presas. Além disso algumas águias possuem esporas para segurar os peixes com mais facilidade. As aves que não voam, como o avestruz, usam as garras em seus dedos para a defesa. O casuar é famoso por causar ferimentos graves a seres humanos e outros animais com seu ataque retalhador e rápido.

Loading...

Referências

Loading ...
Loading ...