×
Loading ...

Som de alta frequência para se livrar de ratos

Numerosos fabricantes vendem produtos que afirmam usar sons de alta-frequência para se livrar de roedores, insetos, e alguns animais de estimação. Alguns desses produtos operam sem eletricidade, enquanto outros usam energia solar. Geralmente, este conceito é atraente para o ambiente doméstico porque não é necessário matar os bichos, nem lidar com materiais prejudiciais à saúde. Ainda assim, existem alguns problemas com o uso de sons de alta frequência que você deve considerar.

Ratos adoram entrar em casas, especialmente durante o inverno (NA/AbleStock.com/Getty Images)

Ratos e o som

Sons de alta-frequência são ultrassons, que são sons mais altos do que o ouvido humano consegue detectar. Ratos conseguem ouvir alta-frequência entre 200 a 90 kHz, enquanto os humanos ouvem alta-frequência somente de 16 Hz até 20 kHz. Ratos produzem sons de 20 até 50 kHz para se comunicarem. Consequentemente, os fabricantes de dispositivos de controle de pragas desenvolveram a ideia de que sons de alta-frequência ou ultrassons seriam eficazes em repelir os ratos.

Loading...

Equipamento de ultrassom

O equipamento ultrassônico de alta frequência com este propósito tem sido vendido há vários anos. A teoria por trás do equipamento é que ele produz um som de frequência tão alta que os roedores, insetos e às vezes animais de estimação ouvem este som e isto mantém as criaturas longe das áreas onde as pessoas não os querem. Com o som em uma frequência tão alta que os ouvidos humanos não conseguem ouvir, esses equipamentos são anunciados como mais seguros que ratoeiras e pesticidas. Ainda assim, essa teoria não corresponde com o real efeito de sons de alta-frequência em ratos.

Ratos e sons de alta-frequência

Ratos são conhecidos por sua habituação. Habituação é a habilidade do rato de se tornar familiar com um som e tolerá-lo. Em relação aos dispositivos de alta-frequência, os ratos podem inicialmente tentar sair da distância abrangida pelo dispositivo. No entanto, conforme eles se acostumam com o som, rapidamente voltarão ao lugar, ignorando o som. Além disso, esses dispositivos emitem o som em uma distância direta. Se existem obstruções no local de moradia do rato, como vigas ou canos, o som do dispositivo será bloqueado pela obstrução e não impedirá o rato de morar a alguns centímetros de distância do dispositivo.

Evidência científica

Em 2001, a Federal Trade Commission (órgão regulador de comércio dos Estados Unidos) emitiu um alerta aos fabricantes e revendedores em relação aos dispositivos destinados a repelir roedores e insetos. No alerta, a FTC afirmou que não há evidência científica de que estes dispositivos de fato repelem roedores ou insetos, e que se os fabricantes quisessem continuar a afirmar o contrário, eles teriam de apresentar prova científica de que os produtos eram eficazes. Apesar do alerta, porém, muitas empresas continuaram a produção de dispositivos de alta frequência destinados a repelir ratos e outros roedores, assim como insetos, sem evidência científica de que os produtos causam qualquer efeito nessas criaturas.

Loading...

Referências

Recursos

Loading ...
Loading ...