×
Loading ...

Como fazer uma composteira em um tambor plástico

A compostagem é uma boa complementação para qualquer jardim, além de ser uma opção ambientalmente consciente; além de destinar sobras da cozinha e do jardim de maneira funcional, evita-se o uso de fertilizantes químicos, que podem contaminar lençóis freáticos. Bom, por que então nem todos os jardineiros lançam mão de uma composteira? Uma pilha de compostagem externa pode envolver bastante trabalho duro, além de ser esteticamente incômoda para alguns. Se não for bem manuseada, pode até atrair pragas. No entanto, o mesmo material dentro de um tambor giratório se torna praticamente isento de trabalho duro, críptico quanto aos sinais de decomposição e isolado das pragas, que, sem acesso ao material, nem aparecem ao redor da composteira.

Instruções

A compostagem é uma maneira prática e ecológica de descartar o lixo da sua cozinha (Hemera Technologies/AbleStock.com/Getty Images)
  1. Coloque o barril de lado em uma superfície dura. Use alguns dos sacos de areia para calçá-lo, de modo que fique imóvel no local escolhido. Use a furadeira para fazer uma série de furos de 12 mm (para aeração do material) alinhados ao longo do comprimento do recipiente. Vire o barril 45 graus e crie mais uma linha, repetindo este procedimento até obter oito fileiras equidistantes de furos ao redor deste.

    Loading...
  2. Coloque o barril de pé e marque o meio dele. Fure um orifício de 25 mm a 7 cm acima da linha mediana, fazendo um furo na posição diretamente oposta do recipiente, 7 cm acima da linha mediana. Certifique-se de alinhar os furos perfeitamente, ou sua composteira ficará desequilibrada.

  3. Insira o cano através dos furos e levante o barril pelo cano. Empurre-o e garanta que ele gire com facilidade ao redor do cano. Se a rolagem for interrompida, alargue os buracos um pouco.

  4. Escolha uma área nivelada próxima do seu jardim para instalar sua composteira. Evite substratos macios para evitar o deslocamento da composteira uma vez cheia. Posicione os cavaletes no local designado, a 1,20 m de distância entre si. Use os sacos de areia para firmar os cavaletes no lugar.

  5. Prenda, com as braçadeiras, o cano de PVC (já passado pelo barril) nas barras horizontais dos cavaletes. O barril não deve tocar o chão; caso isso aconteça, escave uma depressão de alguns centímetros no chão. Aparafuse as braçadeiras na posição correta.

  6. Comece a compostagem adicionando uma espessa camada de restos do jardim — aparas de grama, folhas rasteladas ou galhos picotados. Adicione sobras da cozinha como borras de chá e café e sobras vegetais. Empurre o tambor tampado para girá-lo 3 ou 4 vezes de modo a misturar bem o material.

  7. Gire o tambor a cada 2 ou 3 dias, além de toda vez que você adicionar material ao composto. Confira o nível de umidade do composto semanalmente. O material deve sempre estar tão úmido quanto uma esponja espremida. Se o composto estiver muito seco, borrife água tambor adentro e gire-o para misturar. Em um período de 4 a 6 semanas, você irá obter um composto rico e escuro, pronto para enriquecer o solo de seu jardim ou servir como cobertura vegetal.

Loading...

Dicas

  • Se possível, peça ajuda a alguém para segurar o cano na posição correta na hora de aparafusar as braçadeiras.

Aviso

  • Nunca adicione gordura, carne ou dejetos animais ao composto. Estes materiais levam muito mais tempo para serem decompostos do que a matéria vegetal, e podem introduzir patógenos à mistura que mais tarde podem acabar em seu jardim.

O que você precisa

  • Barril de 200 L com tampa removível
  • 8 sacos de areia
  • Furadeira com brocas de 25 mm e 12 mm
  • 1,5 m de cano PVC de 25 mm
  • 2 cavaletes
  • Braçadeiras de suporte para canos com parafusos
  • Chave de fenda

Referências

Recursos

Loading ...
Loading ...