×
Loading ...

Como controlar pessoas com comportamento passivo-agressivo

Pessoas passivo-agressivas usam táticas de manipulação para conseguir o que precisam ou desejam. Muitas vezes, elas tentam controlar e impor culpa ou punir outras pessoas indiretamente. Aqueles que sofrem de transtorno de personalidade passivo-agressivo são muitas vezes irritáveis, ressentidos, culpam os outros pelos seus problemas, sentem que as pessoas exigem demais deles e possuem baixa auto-estima. Algumas pessoas usam táticas passivo-agressivas sem perceber. Ajude a controlar o comportamento negativo dos seus amigos e familiares para garantir uma vida mais calma e feliz.

Instruções

Técnicas de comunicação eficazes diminuem os comportamentos passivo-agressivos (Jupiterimages/Polka Dot/Getty Images)
  1. Identifique o comportamento passivo-agressivo e o que o inicia. Ele é geralmente resultado de uma frustração. O gatilho em um estudante pode ser uma tarefa de matemática difícil, fazendo com ele rasgue o papel por frustração, o que é indicativo de comportamento passivo-agressivo. No caso do seu cônjuge, o gatilho podem ser as tarefas incompletas, levando-o a bater panelas e frigideiras ou a quebrar pratos.

    Loading...
  2. Interrompa o comportamento passivo-agressivo antes que ele comece, sempre que possível. Faça algo para diminuir o nível de frustração, como ajudar com a tarefa difícil ou incompleta.

  3. Mantenha a calma. O comportamento da pessoa não está diretamente ligado a você, é apenas uma técnica de manipulação que lhe permite obter o que quer.

  4. Peça a seu amigo passivo-agressivo para acompanhá-lo a um lugar privado para que vocês possam conversar.

  5. Evite ser manipulado. Diga a seu amigo que você quer falar sobre seus sentimentos e convide-o a fazer o mesmo. Se ele começar a lhe assediar, afaste-se e tente novamente mais tarde. Você não deve defender o seu direito de ter uma conversa adulta.

  6. Confronte diretamente o comportamento negativo. Por exemplo, você pode dizer: "Eu posso ouvir você batendo os pratos pela cozinha. Você está bem? Você está com raiva porque os pratos não foram lavados?". Isso pode incitar uma resposta assertiva e positiva, diminuindo a tensão.

  7. Use técnicas de comunicação assertiva. Mostre como o comportamento da pessoa faz você se sentir e sugira uma solução para o problema. Por exemplo, um marido pode não gostar que sua esposa passe tempo com os amigos, então ele pode chegar em casa tarde propositalmente. Neste caso, uma mulher poderia dizer: "Quando você não chega em casa a tempo de ficar com as crianças para que eu possa encontrar meus amigos, eu me sinto magoada e decepcionada. Você pode, por favor, me ligar e avisar que irá se atrasar?". Certifique-se de concentrar a conversa em sentimentos, não no comportamento negativo.

  8. Ataque um problema de cada vez, não tudo de uma vez. Comece com os problemas maiores.

  9. Desenvolva um plano de contingência para uma pessoa que usa o comportamento passivo-agressivo a fim de procrastinar ou não completar as tarefas indesejáveis. Encontre uma babá para seus filhos caso seu marido chegue sempre atrasado. Permita que um colega de trabalho ou uma criança sofram e arquem com as consequências das tarefas que deixaram de completar.

  10. Incentive as pessoas a reconhecerem seu comportamento passivo-agressivo e procurarem aconselhamento profissional, se possível.

Loading...

Referências

Loading ...
Loading ...