Dez características de desenvolvimento na primeira infância

••• Jupiterimages/Brand X Pictures/Getty Images

A primeira infância, geralmente definida como os anos pré-escolares, ou as idades de três a cinco anos, é uma etapa importante e distinta no desenvolvimento infantil. O consenso geral é que processos biológicos, cognitivos, sociais e emocionais desempenham um papel considerável no amadurecimento das crianças. Os psicólogos e filósofos têm promovido historicamente diversas perspectivas sobre a natureza das crianças, no entanto, estão geralmente de acordo com as características de desenvolvimento da primeira infância a seguir.

Cognição

Jupiterimages/Brand X Pictures/Getty Images

Para começar, de todas as partes do corpo, o cérebro é a que mais cresce durante a primeira infância, ocasionando alterações dramáticas no desenvolvimento cognitivo. A memória infantil, por exemplo, avança significativamente após a primeira infância. As crianças podem lembrar-se de grandes quantidades de informação!

Em segundo lugar, as crianças aprendem a expressar pensamentos e ideias relacionadas com a sua vida quotidiana usando palavras e imagens. O psicólogo Jean Piaget é quem melhor ilustra o que as crianças entendem e o que não conseguem entender nessa fase. Elas não conseguem distinguir suas perspectivas das de outras pessoas. Mas a maioria dos psicólogos percebe que todas as pessoas podem ter crenças falsas aos cinco anos de idade.

Autorregulamentação

Brand X Pictures/Brand X Pictures/Getty Images

As crianças aprendem autorregulamentação e controle de comportamento sem ajuda. Por exemplo, em termos de sexualidade, a infância, ou o período que Sigmund Freud definiu como a fase fálica, é um momento em que as crianças concentram o prazer em seus órgãos genitais. Depois de ser repreendido por seus pais e por outras pessoas, elas aprendem a parar de tocar-se em público.

Desenvolvimento moral

Comstock Images/Comstock/Getty Images

As crianças começam a fazer progressos em termos de desenvolvimento moral. Isso está relacionado com os valores que são incutidos pelos pais. Conforme o tempo passa na primeira infância, as crianças são capazes de desenvolver seus próprios sentidos de certo e errado.

Crescimento físico

BananaStock/BananaStock/Getty Images

Para que cresçam, as crianças precisam ter suas necessidades físicas atendidas. Na infância, elas exigem uma boa quantidade de sono. A maioria das crianças consegue descansar o suficiente ao dormir durante toda a noite e dar um cochilo durante o dia. Elas também precisam tomar vacinas a tempo, alimentos certos e nutritivos e exercício para terem uma vida saudável. As habilidades motoras melhoram drasticamente na primeira infância, caso essas necessidades sejam atendidas.

Conforme as crianças brincam, desenvolvem habilidades para se envolverem em muitas atividades físicas, desde jogos de bola até danças e ginástica.

Desenvolvimento da personalidade e socialização de gênero

Digital Vision/Digital Vision/Getty Images

O mundo social de uma criança influencia o desenvolvimento de sua personalidade e comportamento proposital. Conforme entram em estágios mais avançados da primeira infância, elas recebem mais responsabilidade. Segundo a teoria psicanalítica de Erik Erikson, elas estão no estágio da iniciativa versus culpa. Se não enfrentarem o desafio de assumir responsabilidades, é provável que experimentem ansiedade e culpa.

As crianças são socializadas em papéis de gênero e os comportamentos culturais apropriados para um menino ou uma menina. Na primeira infância, elas geralmente preferem brincar em grupos do mesmo sexo. É um momento em que aprendem o que o "rosa" e o "azul" significam. Elas costumam modelar seus comportamentos com base na figura paterna do mesmo sexo que o seu.

Desenvolvimento através das relações familiares

Jupiterimages/Brand X Pictures/Getty Images

As relações familiares desempenham um papel crucial no desenvolvimento das crianças. A relação pai-filho é uma das maiores influências individuais sobre a auto-estima e senso de auto-controle de uma criança. A autoridade paterna é a melhor. As crianças progridem rapidamente na linguagem nessa fase. O tipo de ambiente criado pelos pais pode definir a base para a alfabetização, se livros e exercícios verbais eficazes forem utilizados.

Desenvolvimento emocional

Stockbyte/Stockbyte/Getty Images

As crianças em idade pré-escolar se tornam cada vez mais capazes de discutir suas emoções e as dos outros. Eles podem entender que as pessoas são capazes de reagir ao mesmo evento com diferentes emoções. As crianças nessa fase podem até mesmo desenvolver o tipo da empatia que lhes permitirá compreender e responder à tristeza de um amigo.

Mais recentes

×