×
Loading ...

Diferenças entre o teatro grego e o de Shakespeare

Qualquer estudante de teatro e literatura vai passar um tempo estudando o teatro grego e o de Shakespeare. Os dois tipos de literatura dramática formam a base do teatro ocidental e continuam a influenciá-lo hoje. Os estilos eram distintos, com diferenças de abordagem, estilo, conteúdo e encenação. Eles foram apresentados a diferentes públicos, e as peças refletem os períodos e as preocupações daqueles que iam assistir às performances.

Sófocles produziu muitas das tragédias gregas que chegaram até os dias de hoje (Photos.com/Photos.com/Getty Images)

Unidade versus variedade

O teatro grego se concentrava em um único tema e enredo. A história era reconhecível pelo público e uma única narrativa era tratada, sem subtramas. Shakespeare, por outro lado, teceu uma riqueza de tramas através de suas peças, com vários enredos, temas e objetivos em cada peça. Cada uma delas tinha enredos secundários que, por vezes, eram diretamente relacionados à trama principal e, outras vezes, apenas descreviam o mundo da peça.

Loading...

Personagens

No teatro grego, os personagens tinham que ser considerados "grandes" a fim de serem temas de uma peça. Eles eram generais militares, membros da realeza ou filhos de deuses. Além disso, o teatro grego tende a ter menos personagens, com um coro preenchendo todos os papéis que cercam os três ou quatro protagonistas. Em peças de Shakespeare, os personagens vinham de todas as esferas da vida. Ele até usou criaturas como fadas e fantasmas em várias de suas obras. Havia um elenco maior, e a maioria das peças têm papéis para pelo menos uma dúzia de personagens; algumas, muito mais.

Tema

O teatro grego era quase sempre instrutivo e tratava de grandes assuntos. As peças eram políticas ou religiosas. A maior parte do material vinha de histórias ou mitos que o público já conhecia, eliminando a necessidade de muita exposição. As peças exploravam o significado por trás desses grandes eventos, com foco na ética e na moral da história. Shakespeare, por outro lado, inspirou-se muito em tantas fontes quantas pôde encontrar. Seus temas incluem as histórias privadas de indivíduos e amantes, bem como reis e nobres. Ele produziu textos históricos, mas também peças pastorais, e o assunto podia ser tão pessoal quanto um caso de amor ou o pagamento de uma dívida. Shakespeare misturava comédia e tragédia dentro de uma única peça, e algumas de suas obras desafiam uma classificação fácil em um gênero ou outro.

Encenação

O teatro grego era encenado nas festas religiosas em grandes anfiteatros ao ar livre. Os palcos eram grandes, e o público, ainda maior. O teatro grego fazia uso frequente de máscaras, em parte para amplificar as vozes dos atores. Peças de Shakespeare ocorriam em palcos menores. Elas eram encenadas em pátios e eventualmente em estruturas mais permanentes, como o teatro Globe. Elas também eram encenadas em salões e viajavam durante parte do ano. Havia pouco uso de máscaras, embora de fato fossem utilizadas muitas fantasias e perucas.

Loading...

Referências

Recursos

Loading ...
Loading ...