×
Loading ...

Doenças nas orelhas caninas

As doenças auriculares caninas são comuns e ainda mais em raças de longas orelhas, com menos exposição ao ar. Como os humanos, os cachorros que nadam muito são, também, mais vulneráveis às infecções de ouvido. Se ele exibir problemas, leve o cão ao veterinário. Existem várias doenças que afetam os ouvidos caninos e corpos estranhos podem ficar alojados no canal auricular. O veterinário pode fazer o diagnóstico apropriado e começar o tratamento antes que a audição seja prejudicada.

As infecções de ouvido são muito doloridas (dogs look image by muro from Fotolia.com)

Infecção de ouvido

Os donos de cachorros devem praticar a boa higiene canina e manter as orelhas limpas. Quanto mais cedo qualquer tipo de mudança ou infecção for percebida, por menos tempo o cachorro sofrerá. Constantes coceiras podem contribuir para o quadro e precipitar qualquer infecção bacteriana (ou de outro tipo). Com um estetoscópio, o veterinário examinará os ouvidos e, com um microscópio, determinará se é uma bactéria ou uma levedura. Se a causa for bacteriana, um teste de cultura confirmará o tipo. Uma combinação de antibióticos, antifúngicos e corticosteróides serão, normalmente, prescritos para cuidar da infecção, levedura ou inflamação.

Loading...

Hematoma

Um hematoma se forma quando os vasos sanguíneos se rompem na parte mais frouxa da orelha. Um cachorro que mordeu o outro nessa região é uma causa comum. Se não tratada, essa condição dolorida pode levar a uma desfiguração no órgão. Um hematoma fica óbvio quando a orelha incha ou fica com protuberâncias. Outros sinais de hematoma incluem coceiras, pender a cabeça para os lados ou balançá-la. Dentre as opções para um tratamento veterinário, existem: aspiração com agulha do fluido presente no hematoma, cortisona para amenizar a inflamação e cirurgia. Nessa última, o cachorro ficará anestesiado e o veterinário drenará o fluido, removendo os coágulos. A ferida será, então, suturada.

Ácaros na orelha

Esses parasitas podem residir no canal auricular do cachorro e alimentar-se dos fluidos corporais. Os sintomas incluem: coceira, feridas expostas, sensibilidade, vermelhidão e inflamação. Os ácaros ainda afetam outros animais domésticos como os gatos e coelhos, e todos eles devem ser tratados em caso de alguma infestação, mesmo se não demonstrarem sintomas. O diagnóstico é feito através de amostras dos parasitas retiradas da orelha e visualizadas através de um microscópio. A medicação oral e tópica, como ivermectina, tiabendazol e piretrina, pode ser prescrita. A erradicação desses parasitas não é fácil, e o tratamento pode levar um mês ou mais. Certifique-se de seguir as instruções do seu veterinário, cuidadosamente, e medicar o cão todos os dias. Um dia perdido durante o tratamento pode causar uma recidiva.

Loading...

Referências

Loading ...
Loading ...