Como impedir que o meu cão cave na caixa de areia do gato

••• dog image by veronika from Fotolia.com

Muitos proprietários de cães e gatos sofrem de um pequeno problema sujo: um cão obcecado em cavar e comer o conteúdo da caixa de areia do gato. Este hábito é, sem dúvida, irritante para qualquer proprietário de animal de estimação, e potencialmente perigoso para o cão também. As fezes de gato são cheias de micróbios produtores de doença, incluindo os parasitas que causam a toxoplasmose, uma doença fatal. Existem várias maneiras de manter um cão curioso fora de uma caixa de gato e seu conteúdo.

Passo 1

Substitua a caixa de gato tradicional aberta, por uma caixa coberta. Tenha em mente, porém, que raças maiores não terão a capacidade de entrar na caixa com a mesma facilidade.

Passo 2

Instale uma grade de segurança na porta do local que contém a caixa de areia. Um local ideal para a caixa de areia neste cenário é o banheiro. O gato poderá saltar a grade e ter acesso a ela em todos os momentos. A grade poderá precisar ser fixada um pouco acima do chão se o cão ainda puder saltar sobre ela. Se você não usar muito sua banheira, ela pode ser um lugar natural para a caixa de areia, para que não seja necessária a colocação da grade, caso o cão seja pequeno demais para passar por cima da parede da banheira.

Passo 3

Limpe a caixa de gato diariamente. O cheiro da proteína na matéria fecal pode ser o que atrai o cão.

Passo 4

Coloque a caixa de areia em uma prateleira mais alta. Certifique-se de que a prateleira seja alta o suficiente para que o cão não possa alcançá-la, e o gato ainda possa saltar até ela.

Passo 5

Mude para uma caixa de areia com auto-limpeza. Elas usam um braço que empurra a matéria fecal para um compartimento separado que pode ser esvaziado em uma lata de lixo. Mais uma vez, se o cão não puder cheirar ou acessar a matéria fecal, ficará menos interessado ​​no lixo.

Passo 6

Mude para uma caixa de areia que contenha cristais absorvedores de odor, ou que se aglomere quando entrar em contato com a matéria fecal e urina.

Mais recentes

×